PUBLICIDADE
Topo

Aéreas trocam aviões por trem em viagens curtas dentro da Europa

Gare do Oriente, em Lisboa (Portugal) - Peter Charlesworth/LightRocket via Getty Images
Gare do Oriente, em Lisboa (Portugal) Imagem: Peter Charlesworth/LightRocket via Getty Images

Alexandre Saconi

Colaboração para Nossa

17/05/2021 04h00

Na Europa, a substituição de voos de curta duração por viagens de trem vem ganhando força nos últimos tempos. Fortemente atrelada à tentativa de reduzir as emissões de carbono, empresas e companhias têm trabalhado essa questão com mais intensidade.

Além dessa substituição, também é possível integrar a viagem entre os dois modais. Compra-se, por exemplo, uma passagem para um aeroporto de uma região central e, no mesmo bilhete, está inclusa a passagem para outra localidade do país viajado, mas de trem.

Na Alemanha, que tem uma sólida malha ferroviária, a ligação de voos com transporte sobre trilhos já é comum. E essa prática deve aumentar no país, que anunciou recentemente investimentos de 86 bilhões de euros (R$ 546 bilhões) em suas ferrovias.

Em abril de 2021, legisladores da França votaram para banir os voos em trechos que podem ser feitos em duas horas e 30 minutos ou menos de trem (ou outro transporte público). Voos de conexão estão fora dessa regra, mas rotas como a que existe entre Paris e Nantes, e Lyon e Bordeaux, serão afetadas caso a medida passe no Senado francês.

Gare de Lyon, em Paris - Nicolas Economou/NurPhoto via Getty Images - Nicolas Economou/NurPhoto via Getty Images
Gare de Lyon, em Paris
Imagem: Nicolas Economou/NurPhoto via Getty Images

Veja abaixo algumas empresas onde é possível integrar avião e trem.

Air France

A companhia francesa já vem se antecipando à medida de restrição de rotas com o objetivo de reduzir as emissões de gás carbônico em até 50% até 2024 nos voos dentro do país. Para quem parte do Brasil com destino à França pode escolher conexões via trem partindo do aeroporto Charles de Gaulle (Paris) com rumo a Estrasburgo, Le Mans, Lyon, Nantes, entre outras cidades.

Nos voos que chegam ou partem do aeroporto de Orly, também em Paris, a Air France garante a integração com a estação de trem de alta velocidade de Massy gratuitamente via táxi aos seus passageiros. Mas, para que a segunda etapa da viagem, seja trem ou avião, tenha validade, é preciso realizar a anterior, caso contrário, o bilhete perde a validade.

Já se o passageiro perder o trem ou o avião devido a um atraso no transporte na etapa anterior, a empresa garante a remarcação gratuita para a próxima viagem disponível.

Mais informações: https://www.airfrance.com.br/BR/pt/local/resainfovol/avion_train/reservation_avion_train_tgvair_airfrance.htm

Trem deixa a estação de Berlim, na Alemanha - Hendrik Schmidt/picture alliance via Getty Images - Hendrik Schmidt/picture alliance via Getty Images
Trem deixa a estação de Berlim, na Alemanha
Imagem: Hendrik Schmidt/picture alliance via Getty Images

American Airlines

A companhia americana oferece integração com trechos de trem de alta velocidade nos seus voos com destino à Alemanha. Com a empresa, é possível circular entre os aeroportos de Frankfurt e Munique e as milhares de estações ferroviárias no país europeu pagando apenas a passagem aérea.

Embora não tenha voos diretos do Brasil para a Europa com a companhia, é possível utilizar a integração, mas com escala nos EUA antes.

Mais informações: https://www.aa.com/i18n/plan-travel/rail-and-fly.jsp?locale=en_DE

Lufthansa

O sistema operado pela companhia alemã é bem similar ao da Air France: o passageiro escolhe a origem e o destino do voo, que pode ser um aeroporto ou uma das 17 estações de trem do serviço Lufthansa Express Rail.

Algumas das cidades com rotas de trem de alta velocidade disponíveis para integração com o meio aéreo são Frankfurt, Hannover, Leipzig, Dortmund, Dusseldorf, Sttutgart, entre outras. Essas conexões também estão disponíveis partindo do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Mais informações: https://www.lufthansa.com/de/en/lufthansa-express-rail

Trem saindo de Hanover, na Alemanha - Julian Stratenschulte/picture alliance via Getty Images - Julian Stratenschulte/picture alliance via Getty Images
Trem saindo de Hanover, na Alemanha
Imagem: Julian Stratenschulte/picture alliance via Getty Images

TAP

Quem voar com a TAP tem um leque amplo de integração entre avião e trem nos diversos países nos quais a companhia opera. Por meio de uma parceria com a AccesRail, é possível combinar o modo aéreo com o ferroviário na Europa e em diversos locais do mundo.

Quem parte de São Paulo e quer visitar Florença, por exemplo, pode voar até Lisboa (Portugal) e, após uma escala, pegar o trem até a cidade italiana. Na Europa, a integração dos voos da TAP inclui, além da Itália, Alemanha, Áustria, Bélgica e Países Baixos, Reino Unido e Suíça.

Mais informações: https://www.flytap.com/pt-br/outras-reservas/viaje-para-a-europa-de-aviao-e-trem?accordionid=dc5ef040-44d1-4a5e-bccb-890ffa76a750