PUBLICIDADE
Topo

Quem ficará com a casa? Mansão de Bill Gates é avaliada em R$ 680 mi

Xanadu 2.0: construção milionária marca divórcio entre o empresário e a ex-esposa, Melinda Gates - Reprodução
Xanadu 2.0: construção milionária marca divórcio entre o empresário e a ex-esposa, Melinda Gates Imagem: Reprodução

De Nossa

10/05/2021 10h31

Às margens do Lago Washington, em Seattle, nos EUA, a Xanadu 2.0, como foi nomeada a residência que pertencia ao casal Bill Gates e a ex-esposa, Melinda Gates, deve marcar o divórcio do casal, recentemente anunciado por meio das redes sociais.

A propriedade está avaliada em US$ 130 milhões, cerca de R$ 680 milhões, possui 4 mil m² e passou por reformas ao longo do tempo em que o ex-casal ficou junto. A última delas fez com que o empresário desembolsasse US$ 60 milhões.

Xanadu 2.0 em registro feito em 2001 - Dan Callister/Newsmakers/Getty Images - Dan Callister/Newsmakers/Getty Images
Xanadu 2.0 em registro feito em 2001
Imagem: Dan Callister/Newsmakers/Getty Images

O local conta com sete quartos e 18 banheiros, de acordo com os registros da propriedade.

Comporta-se ainda um spa, uma piscina de 18 metros, sala de jantar com capacidade para 24 pessoas, um salão de recepção de 215 m² que pode acomodar até 200 pessoas, um teatro art déco de 20 lugares e uma biblioteca com sala de leitura abobadada, lareira, bar escondido atrás de uma estante e um Codex Leicester, caderno Leonardo da Vinci do século 16.

"Descer a garagem de Bill é como chegar ao Jurassic Park. O paisagismo é simplesmente insano", escreveu um estagiário da Microsoft que conseguiu entrar na propriedade, em 2007, e teve permissão para escrever sobre a visita no blog da empresa.

"Milhas" de cabos de comunicação foram integrados à residência para fornecer recursos de casa inteligente — muito à frente de seu tempo, de acordo com relatório.

Com uma praia própria e particular, a areia de Xanadu 2.0 foi levada do Havaí para transportar os moradores até o cenário paradisíaco em questão.

A estrutura da mansão foi construída em pilares de concreto com amarras e reforço de aço para sobreviver a terremotos, como informou o US News. Vigas de suporte recuperadas de uma serraria, junto com 152 mil metros de tábua de madeira, foram usadas para a sua construção.

O nome Xanadu faz referência à propriedade grande e luxuosa, centro do filme "Cidadão Kane" (1941). O 2.0 foi inserido em consequência às inovações tecnológicas abordadas por Gates.

Para quem a mansão vai pertencer depois do divórcio ainda é um mistério. No entanto, em declaração ao jornal The Times, em 2019, Melinda Gates afirmou o desejo de se mudar para uma residência menor: "Não teremos essa casa para sempre. Na verdade, estou ansiosa para o dia em que Bill e eu viveremos em uma casa de 140 m²".