PUBLICIDADE
Topo

Calathea triostar: planta "rezadeira" encanta com folhagem verde e rosa

calethea triostar plantados - Getty Images
calethea triostar plantados
Imagem: Getty Images

Silvia Montico

Colaboração para Nossa

27/04/2021 04h00

Cada vez mais popular entre os amantes das plantas, a Calathea Triostar, que também é conhecida como Maranta Tricolor ou Maranta Triostar, é uma espécie da família Marantaceae, bastante comum no continente americano e no Brasil.

Com suas folhas em delicados tons de verde e rosa e com desenhos que costumam não se repetir de uma folha para outra, a planta é muito procurada por quem quer dar aquele toque extra de originalidade à selvinha.

"E ela tem uma curiosidade: suas folhas fazem uma espécie de dança: de dia se abrem para receber luz e à noite se fecham para o descanso", explica a paisagista Marina Tadeu, do perfil @eueumesmaeasplantas.

Esse movimento deu a ela o nome popular de planta rezadeira, pois a aparência das folhas para cima à noite parece um par de mãos em oração"

calethea triostar plantados mariana tadeu - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Marina Tadeu explica os principais cuidados com a Calathea Triostar: "Não é tão simples de ser mantida"
Imagem: Arquivo pessoal

Segundo ela, tanta beleza não é tão simples de ser mantida, pois o cuidado com a Calathea não é dos mais fáceis e a planta costuma exigir mais atenção do que outras espécies de interior.

"Para cultivar essa planta em casa, primeiro certifique-se de que seu espaço tem as condições adequadas e que você tem tempo disponível para os cuidados", aconselha. Afinal, com vasos que custam entre R$ 35 e R$ 70 no mercado, você não vai querer matar a planta por erros de cultivo.

Luz e Temperatura

calethea triostar plantados - Getty Images - Getty Images
Luz indireta é o ambiente ideal para a "planta rezadeira"
Imagem: Getty Images

Esta é uma planta que precisa de bastante claridade, mas a luz deve ser indireta. "Se cultivada em sol pleno, pode queimar suas folhas rapidamente. Procure espaços na sua casa que recebam bastante luminosidade, mas evite que ela fique exposta ao sol", detalha Marina.

Água e Umidade

É importante manter o solo sempre úmido, mas não encharcado - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
É importante manter o solo sempre úmido, mas não encharcado
Imagem: Arquivo pessoal

Outro fator importante para garantir que esta Maranta cresça saudável é com relação às regas.

Mantenha o solo sempre úmido, lembrando de nunca deixar as raízes encharcadas. Ao regar, use água na temperatura ambiente e de preferência com pouco cloro"

Marina ainda frisa que a Calathea é uma planta que ama e precisa de umidade no ar, por isso em períodos mais secos, é possível ajudá-la usando um nebulizador, borrifando água nas folhas ou mesmo criando um ambiente úmido próximo a ela.

"Uma dica maravilhosa é encher um pratinho com pedras ou argila expandida, colocar água e deixar o vaso da sua Maranta sobre o pratinho. Assim, a água vai evaporando e umidificando o ambiente", explica.

Solo e adubação

Um substrato bem drenado contribui para o bom desenvolvimento da Calethea - Getty Images - Getty Images
Um substrato bem drenado contribui para o bom desenvolvimento da Calathea
Imagem: Getty Images

Na hora de preparar o solo, é preciso escolher um substrato bem drenado e Marina dá a receita:

"Duas partes de terra vegetal; uma de areia grossa; uma parte de vermiculita; uma de casca de pinus triturada e, por fim, uma parte de esterco ou húmus de minhoca", diz.

Para melhorar a drenagem, uma boa opção é colocar argila expandida no fundo do vaso e certificar-se de que haja furos de drenagem nele.

Durante a primavera, estação de crescimento, a Calathea deve ser alimentada a cada duas semanas com adubos orgânicos.

Eu sempre recomendo o Bokashi, que é um adubo completo em macro e micronutrientes. No inverno, fertilize menos, pois as condições não favorecem o crescimento"

Podas e mudas

Marina ensina que as mudas das marantas são muito fáceis de fazer - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Marina ensina que as mudas das marantas são muito fáceis de fazer
Imagem: Arquivo pessoal

Quando há a intenção de potencializar o crescimento, é possível fazer podas de limpeza, tirando as folhas danificadas ou secas. "Corte as hastes logo acima do nó da folha. Ela vai te presentear com novos brotos bem abaixo do local que você cortou".

Aliás, as mudas das marantas são surpreendentemente fáceis de fazer. "Tudo o que você precisa é cortar o caule abaixo do nó da folha e colocar a muda em um recipiente com água. Pode ir trocando a água a cada dois dias ou mais e, assim que as raízes aparecerem, você passa a muda para o vaso com um substrato bem úmido", finaliza Marina.