PUBLICIDADE
Topo

Aprenda a fazer o bolinho de arroz com calabresa e queijo "sem miséria"

Bruno Calixto

Colaboração para Nossa, do Rio de Janeiro

24/04/2021 04h00

Com salão diminuto e mesas espalhadas na calçada, o Bar do Momo fica na Tijuca, o coração da Zona Norte do Rio de Janeiro. Dos funcionários — que chamam todos pelo nome ou então "meu amor" — aos frequentadores mais fiéis, estão os petiscos mais cobiçados daquela região: bolovo de bacalhau, sanduíche de joelho de porco defumado, creme de cheddar, picles e mostarda na torrada Petrópolis, e bolinho de arroz recheado de linguiça calabresa e queijo "sem miséria", que foi a estrela do programa "Botequim da Teresa".

"O Bar do Momo é praticamente uma entidade carioca, e o Toninho é amigo de todos ali. A gente sai do Samba do Trabalhador e sempre passa lá, senta numa mesa e prova de um tudo, com cerveja gelada e batidinhas da casa", elogia a cantora Teresa Cristina.

O negócio, como sugere o nome, foi criado por um Rei Momo de verdade, Abrahão Reis, nos idos de 1972. Depois, passou para as mãos de Antonio Lopes dos Santos, o Tonhão, em 1987.

Atualmente, ele divide a função com o filho, Antonio Carlos Laffargue, o Toninho, autor dos petiscos que, não faz muito tempo, chegaram também em bares de outras regiões do Rio, como o Liga dos Botecos, em Botafogo, e o Bar do Zeca Pagodinho, na Barra.

Toninho, que apareceu de surpresa na gravação do programa, conta que vende, em média, 300 bolinhos de arroz por dia.

bolinho de arroz calabresa e queijo - Reprodução - Reprodução
Teresa revelou o passo a passo (e segredos) da receita no programa
Imagem: Reprodução

A visita do dono do bar aconteceu depois que Teresa iniciou a receita, mas antes, o autor do tira-gosto deixou algumas dicas de preparo por mensagem de WhatsApp.

"O queijo em contato com arroz quente vai derretendo, então tem que ter atenção para não ficar mais arroz do que queijo. Outro truque do chef é fritar em óleo a temperatura média, 180 graus. Estou emocionada de fazer este bolinho!", comenta Teresa Cristina, lembrando-se de um episódio:

"No fim do ano, eu comentei num post do Toninho, e ele mandou uma leva de bolinhos de arroz para minha casa. No subúrbio, na véspera de Natal, a gente não para, passa o dia inteiro trabalhando. Quando fui ver, só tinha a embalagem. Minha família comeu tudo".

Samba, série e Teresa

O "Botequim da Teresa" vai ao ar todas as sextas-feiras, às 10 horas, no YouTube de Nossa (inscreva-se já para receber os lembretes), no site, no UOL Play e no Facebook de Nossa.

O programa é uma coprodução de Nossa, MOV, a plataforma de vídeo do UOL, e da 2291 Conteúdo. Ele foi gravado em janeiro seguindo todos os cuidados necessários recomendados pelas autoridades de saúde durante a gravação do programa, como testagem dos convidados e da equipe, uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social. Metade dos convidados foi recebida de forma presencial e a outra metade no formato remoto.