PUBLICIDADE
Topo

Polêmicas dos parques da Disney: de atração racista a "leilão" de mulheres

Jungle cruise: brinquedo terá histórias revisitadas - Los Angeles Times via Getty Images
Jungle cruise: brinquedo terá histórias revisitadas Imagem: Los Angeles Times via Getty Images

De Nossa

12/04/2021 14h23

Não é porque a Disney é um "mundo mágico" que seus parques estão livres de polêmicas. Recentemente, críticas sobre a atração Jungle Cruise, nos parques temáticos da Califórnia e da Flórida, fizeram a equipe reformular o passeio para eliminar o que a própria empresa chamou de "representações negativas" de algumas culturas.

As mudanças, que foram discutidas com o fã-clube D23, começaram no dia 5 de abril. O personagem Trader Sam, por exemplo, já foi removido do passeio de barco no Magic Kingdom pela impressão ruim que passava dos povos nativos.

No lugar, entrarão personagens que ajudarão a viagem a "permanecer fiel à experiência que conhecemos e amamos", ao mesmo tempo que refletem e valorizam "a diversidade do mundo ao nosso redor".

De acordo como imagineer da disney, Zach Riddley, a atração vai continuar aberta ao público enquanto passa por adaptações.

O Jungle Cruise não foi o primeiro passeio a ser criticado e reformulado. Confira algumas histórias reunidas pelo The Insider.

Outros casos

Splash Mountain - PA Images via Getty Images - PA Images via Getty Images
Splash Mountain
Imagem: PA Images via Getty Images

Sucesso de diversão, a famosa Splash Mountain é baseada no filme "Song of the South", de 1946, contestado pela falta de contexto histórico numa narrativa que parece acontecer logo depois da Guerra Civil Americana. Após uma pressão popular, a empresa anunciou que a atração passaria a ser da "A Princesa e o Sapo".

Desde a estreia em 1967, a atração do Piratas do Caribe teve partes alteradas. Uma das mudanças foi na cena que piratas homens perseguiam mulheres assustadas, que tentavam fugir deles.

Uma placa que indicava "Leilão: Pegue uma garota para uma noiva" deu lugar a outra: "Entregue seu saque". Além disso, de acordo com o LA Times, a mulher ruiva que era o prêmio do leilão passou a ser uma pirata armada.

Uma das poucas atrações criadas na década de 1970 que restaram no Walt Disney World é o Country Bear Jamboree. No show, robôs em formato de ursos tocam e cantam canções para o público. Algumas letras, no entanto, não eram politicamente corretas, segundo o The New York Times. Felizmente, duas músicas com caráter agressivo foram removidas em 2012.

Ursos robôs cantando  - The LIFE Picture Collection via - The LIFE Picture Collection via
Ursos robôs cantando em atração na Disney
Imagem: The LIFE Picture Collection via

Burce E. Vaughn, diretor de criação da Disney à época, disse ao mesmo jornal que o "espírito original" é importante, mas que os gostos mudam e a forma como as pessoas consomem mídia também:

Devemos manter nosso produto relevante."

O site especializado Theme Park Tourist considerou a Superstar Limo "a pior atração de todos os tempos". A ideia original para o passeio era colocar os convidados na posição de paparazzi em Hollywood ao procurar celebridades na correria de Los Angeles.

Quando o brinquedo estava sendo instalado, em 1997, a princesa Diana morreu num acidente de carro enquanto seu motorista tentava escapar de paparazzi.

O caso da realeza britânica comoveu o mundo e a inauguração só foi acontecer em 2001. O conceito foi renovado, mas não colou muito bem com o público. Por isso, a atração foi encerrada em menos de um ano.

Mission Space: brinquedo que causa mal-estar ganhou opção "mais leve" - Creative Commons - Creative Commons
Mission Space: brinquedo que causa mal-estar ganhou opção "mais leve"
Imagem: Creative Commons

Outro brinquedo polêmico, mas por questões de saúde, atende pelo nome de Mission: Space. A atração do Epcot simula a força G e provoca nos aventureiros uma sensação similar a de um foguete decolando.

Inaugurada em 2003, a "missão" foi ganhando avisos ao longo dos anos por causar dores de cabeça, tonturas e vômitos e por não ser indicado a visitantes com certas condições de saúde, como hipertensão.

Em 2017, a Disney anunciou a criação de uma missão menos intensa, voltada "para a família", que leva os visitantes até a órbita da Terra.