PUBLICIDADE
Topo

Estilo boho dá pegada vintage à casa e rende ótimas dicas de decoração

Bárbara e Charlie: dupla montou um lugar para chamar de lar  - Arquivo pessoal
Bárbara e Charlie: dupla montou um lugar para chamar de lar Imagem: Arquivo pessoal

Carol Scolforo

Colaboração para Nossa

31/12/2020 04h00

O ano é o caótico 2020, mas o cenário da vida da fotógrafa Bárbara Moreno e seu filho Charlie, de 3 anos, parece trazer a essência tranquila de outros tempos. A casa de 80 m² onde habitam é a mesma onde ela cresceu com os pais, em uma região mais calma e afastada da badalação de São Paulo.

Os pais se mudaram para um apartamento no mesmo bairro, e o imóvel antigo estava sem uso, até que veio a ideia de Bárbara e Charlie morarem lá. "Durante a pandemia vi que estava na hora de dar minha cara a esse lugar e foi assim que comecei o processo de reforma. É a primeira vez que moro sozinha na vida", conta.

No perfil @bagmoreno ela mostra tudo: nos destaques a vemos pintando as paredes ou montando móveis, com coragem e com a ajuda (ou bagunça) de Charlie, sem neuras. A leveza transparece em suas fotos.

No décor, o tempero vintage vem de móveis, objetos de família e livros antigos. "Enquanto eu reformava, disseram 'sua casa está um museu intocável'", ri. Há ainda um toque boho da mistura de plantas, tecidos e de uma paleta de cores bem pensada por ela.

Meu apê -  Bárbara Moreno - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Móveis antigos que contam histórias
Imagem: Arquivo pessoal
Colocar a mão na massa deixa a casa com mais personalidade - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Colocar a mão na massa deixa a casa com mais personalidade
Imagem: Arquivo pessoal

Em busca de personalidade

Bárbara escolheu tudo o que entrou na casa a dedo. "Muitas coisas eu comprei há anos esperando esse momento. A geladeira de 1950 sempre foi um sonho e quando garimpei nem acreditei", conta.

O sofá veio de brechó e foi reformado. A cama de ferro do quarto dela foi pesquisada dia e noite na internet até encontrar um valor acessível. E o quarto de Charlie, imaginado desde que ele estava na barriga, tem uma cama de escorregador. "Isso para mim é surreal ainda", comemora.

Meu apê -  Bárbara Moreno - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Cama com escorregador no quarto de Charlie
Imagem: Arquivo pessoal
Escorregador no quarto: sonho realizado - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Escorregador no quarto: sonho realizado
Imagem: Arquivo pessoal

Dicas da Bárbara para reformar com estilo

  • Slow decor. "Decorar é um processo, não precisa ser do dia para a noite. Minha casa ainda está sendo construída e ganhando cada vez ainda mais minha personalidade."
  • Conte histórias. "Use objetos que contem sobre você. Uma garrafa de uma viagem, o livro que você ama ler... eu emoldurei a certidão de nascimento do meu avô e o ultrassom de quando eu estava na barriga da minha mãe".
  • Garimpos mágicos. "Entrar em brechós e bazares é sempre uma aventura, você nunca sabe o que vai encontrar. Muitas vezes você encontra exatamente o que tinha que ser seu, por um valor muito mais em conta."
  • Faça você mesmo, sem medo. "Coloque a mão na massa e contrate alguém para o que realmente precisar. Pintar uma parede é mais terapêutico do que se imagina, além de ser divertido quando feito com quem a gente ama. Charlie e eu pintamos todas as paredes da nossa casa."
  • Celebre! "Terminou de fazer um cantinho novo? Sente-se e sinta o local. Coloque-se inteiramente ali e sem dúvidas sempre que estiver ali se sentirá em casa."

@s que me inspiram

@twolostkids

Perfil de duas irmãs que produzem conteúdo de qualidade para a internet, são super rainhas do audiovisual.

@matheusilt

Adoro as decorações mão-na-massa dele e adorei que ele também garimpou uma geladeira antiga, como eu.