PUBLICIDADE
Topo

Novos hotéis de luxo pelo mundo abrem as portas em plena pandemia

Piscina do The Residences Dorchester Collection Dubai, um dos hotéis de luxos que abrem na pandemia - Divulgação
Piscina do The Residences Dorchester Collection Dubai, um dos hotéis de luxos que abrem na pandemia
Imagem: Divulgação

Mari Campos

Colaboração para Nossa

15/12/2020 04h00

O turismo, e em especial a indústria hoteleira, foi um dos setores econômicos mais duramente atingidos durante a pandemia no mundo todo. Muitos hotéis passaram meses com suas portas fechadas e alguns seguem à espera de tempos mais seguros.

Ao mesmo tempo, a hotelaria de luxo - internacionalmente conhecida por sua resiliência diante de grandes crises econômicas - seguiu levando adiante seus planos de novas aberturas e aquisições mesmo nos meses mais difíceis deste ano.

A International Luxury Travel Market (ILTM), o maior evento de turismo de luxo do mundo (neste ano batizado de ILTM World Tour e realizado no começo de dezembro de forma totalmente virtual) deixou isso bem claro.

O segmento continua sólido e vem se adaptando de maneira rápida e eficiente aos novos hábitos, preferências e necessidades dos viajantes.

Roku Kyoto, um dos mais aguardados de 2021 - Divulgação - Divulgação
Roku Kyoto, um dos mais aguardados de 2021
Imagem: Divulgação

Enquanto muitos hotéis já existentes tiveram que mudar às pressas seus focos - passar dos hóspedes estrangeiros aos hóspedes nacionais, adaptar-se para as estadias prolongadas ou investir em home office e homeschooling para conseguir manter níveis de ocupação, por exemplo - os novos hotéis já estão abrindo as portas com tudo isso em mente.

Afinal, mesmo que o desenvolvimento de novas vacinas coloque uma luz na possibilidade de um final próximo para a pandemia, o setor entende que muitos dos hábitos e preferências desenvolvidos pelos viajantes deste nicho em 2020 poderão seguir em voga nos próximos anos.

Hoje, cerca de 90% das propriedades das principais redes de luxo no mundo todo estão abertas e operando normalmente. A Dorchester Collection, que inaugura seu The Residences Dubai no ano que vem, adotou o slogan "when you're ready, we'll be waiting" ("quando você estiver pronto, estaremos esperando") para mostrar que seus nove hotéis já estão prontos para receber qualquer hóspede a qualquer momento.

Uma das suuítes duplex do The Residences Dubai  - RamiMansour - RamiMansour
Uma das suítes duplex do The Residences Dubai
Imagem: RamiMansour

"Há pessoas viajando nestes meses de pandemia em 2020. E sabemos que muitas das que ainda não o estão fazendo, quando realmente se sentirem seguras entrarão num avião quase que imediatamente para viajar", disse Christopher Cowdray, CEO do grupo.

Esperadas aberturas

Ao longo de 2020, redes de luxo e inúmeros outros hotéis independentes continuaram inaugurando novas propriedades em diferentes países - e seguem cheias de entusiasmo a agenda de novas aberturas hoteleiras em 2021 e 2022, independentemente do cenário pandêmico.

Four Seasons Bangkok at Chao Phraya River - Divulgação - Divulgação
Four Seasons Bangkok at Chao Phraya River
Imagem: Divulgação

A rede Four Seasons acaba de abrir o esperado Four Seasons Bangkok at Chao Phraya River, em Bangcoc, e inaugurará no começo de 2021 o Four Seasons Napa Valley, na principal região vinícola californiana. O grupo ainda planeja abrir ao longo de 2021 novas unidades em destinos como Nova Orleans, nos EUA, e Taormina, na Sicília.

Estes novos hotéis passaram por ajustes e adaptações na fase final de seus projetos e construções e já estão sendo inaugurados focados em distanciamento social, valorização extrema dos espaços ao ar livre, adoção de novas tecnologias e minimização da necessidade de contato físico em todas as esferas de serviço.

One&Only Mandarina - Divulgação - Divulgação
One&Only Mandarina
Imagem: Divulgação

É o caso, por exemplo, do recém-aberto One&Only Mandarina, na Riviera Nayarit, na costa mexicana. O hotel tem apenas 54 vilas e propositadamente inúmeras áreas ao ar livre, com excelentes índices de ocupação desde a abertura.

A rede One&Only, aliás, inaugurará no começo de 2021 também seu esperado primeiro hotel na Europa, na badalada Montenegro - e pretende inaugurar outra propriedade igualmente exclusiva em uma ilha grega no ano seguinte.

Dentre as muitas inaugurações esperadas pelo mercado de luxo que devem acontecer ainda no primeiro semestre de 2021 ganha destaque também o novo Cheval Blanc Paris, do conglomerado LVMH (Moët Hennessy Louis Vuitton), que ocupará o majestoso edifício art déco da antiga loja de departamentos Samaritaine, às margens do rio Sena. Tudo com foco em privacidade e segurança, mas sem abrir mão das vistas panorâmicas da cidade.

Lobby do Crockfords Las Vegas - Reprodução - Reprodução
Lobby do Crockfords Las Vegas
Imagem: Reprodução

A LXR, marca de luxo do grupo Hilton, abre no ano que vem o Crockfords Las Vegas. O novo hotel vem em tamanho considerado "boutique" para os padrões do destino, com 230 quartos contra as milhares de unidades em outros hotéis da cidade. A marca inaugura também o esperado e exclusivo Roku Kyoto, no Japão, sua primeira propriedade asiática.

Um hotel dentro de Versalhes

Airelles Château de Versailles, Le Grand Contrôle - Divulgação - Divulgação
Airelles Château de Versailles, Le Grand Contrôle
Imagem: Divulgação

Dentre os muitos hotéis de luxo abrindo suas portas no mundo todo entre 2020 e 2021, um dos lançamentos mais esperados pelo mercado é um novo hotel instalado literalmente dentro do Palácio de Versalhes, nos arredores de Paris. O Airelles Château de Versailles, Le Grand Contrôle, pretende ser uma das propriedades mais exclusivas da França.

O novo hotel, que seria lançado em 2020, mas abre as portas no começo do ano que vem, contará com apenas 14 quartos muito espaçosos, um grande spa Valmont, restaurante de Alain Ducasse para os serviços de café da manhã, almoço e jantar, e frigobar incluído nas diárias.

Airelles Château de Versailles, Le Grand Contrôle - Divulgação - Divulgação
Airelles Château de Versailles, Le Grand Contrôle
Imagem: Divulgação

Grande parte do mobiliário do hotel é original do século 18, e o design geral privilegiando amplos espaços é assinado pelo parisiense Christopher Tollomer. Distanciamento social, segurança e exclusividade de serviços estão entre as prioridades do hotel.

Hospedados dentro do palácio, mas sem qualquer contato com os visitantes regulares da atração, seus hóspedes terão livre acesso aos espetaculares jardins de Versalhes em horários exclusivos dia e noite, além de tours pelo palácio sempre em caráter privativo.

A rede de hotéis de luxo Airelles, responsável pela propriedade no Palácio de Versalhes, planeja também novos hotéis em Paris e Veneza nos próximos anos.