PUBLICIDADE
Topo

SPFW 25 anos: Neriage faz parceria com refugiadas e reflete sobre lar

Colaboração para Nossa

08/11/2020 19h44

Neriage apresentou neste domingo (8), último dia da edição de 25 anos do São Paulo Fashion Week, a coleção Lampejo, que reflete sobre o que e onde fica o nosso lar com looks fluidos e com acessórios feitos em parceria com refugiadas indígenas da Venezuela.

O ponto de partida da estilista Rafaella Caniello foi o livro "Minha casa é onde estou", da escritora italiana Igiaba Scego. Assim como na obra, as roupas de Rafaella tentam traçar a especificação do que torna um lugar um lugar. É onde eu moro? Ou são as relações, experiências, lembranças que eu construí?

Por isso, caiu bem a parceria que a marca fez, por meio do Fraternidade Humanitária Internacional, com mulheres indígenas da etnia Warao, refugiadas da Venezuela, para cocriar bolsas e chapéus lançados nessa coleção. A venda dos acessórios terá parte do lucro revertido para a causas.

E. mais do que os elementos, a caminhada foi retratada na apresentação em looks com mix de tecidos leves, acetinados e estruturados, que não pertencem a determinadas estações —e lugares. O DNA da marca aparecem em calças jeans são combinadas com tops longos e fluidos, vestidos são drapeados e acinturados, finalizados com joias assinadas por Luciana & Yasmim. "Pela primeira vez, fizemos uma coleção que dividimos entre peças mais comerciais e outras que imprimem mais o apelo visual da marca", explicou a estilista Rafaella Caniello em papo virtual após o vídeo-desfile.