Topo

Casal gay leva vida nômade a bordo de uma kombi-casa em viagem pelo Brasil

Jordy Alexander e João Otávio viajam pelo Brasil a bordo de uma kombi Imagem: Arquivo pessoal

André Aram

Colaboração para Nossa

28/10/2020 04h00

O uruguaio Jordy Alexander (26) e o brasileiro João Otávio (46), juntos há seis anos, têm em comum o fascínio pela vida nômade, vivendo literalmente nas estradas. O desejo de desbravar o mundo uniu o casal que se conheceu por acaso no Facebook, e decidiram dar início a uma aventura sem prazo para terminar, que iniciou no Brasil no final de janeiro de 2018 e vai finalizar... sabe Deus onde.

A bordo de uma Kombi ano 1988 improvisada como casa, até o momento, eles já percorreram 14 Estados brasileiros e o próximo destino será o Uruguai, para que Jordy possa matar a saudade da família.

A jornada da dupla aventureira ganhou o nome de Let´s Go Mondo, que no passado chamava-se Expedição Kombita em homenagem à casa itinerante, que apesar de pequena, supre todas as necessidades do casal que sempre viaja junto de sua fiel escudeira Martina - uma cadela da raça Yorkshire.

A viagem de João e Jordy pelo Brasil

O estresse e a rotina no trabalho motivaram eles a caírem no asfalto. Os perrengues, imprevistos e amizades construídas ao longo do caminho, fazem parte do cotidiano do casal.

Mas a vida deles não é só curtição, também tem "ralação": ambos não deixaram suas profissões de lado. Jordy é turismólogo e maquiador enquanto João é fotógrafo e publicitário, eles exercem suas funções de forma remota (nômades digitais), e quando a situação aperta, Jordy vai para cozinha da kombi para fazer brigadeiros gourmet para vender.

Apoio da família e homofobia no Sul

Com apoio das famílias, João e Jordy fizeram seu cantinho na kombi Imagem: Arquivo pessoal

A família de ambos apoiou a vida nômade do casal, tanto que o pai de Jordy fez os móveis da kombi-casa e a mãe cuidou dos detalhes como as cortinas, concluindo todo o serviço em duas semanas. Foi a solução encontrada por eles, quando um profissional da área fez um orçamento que ia além da disponibilidade financeira do casal.

No entanto, a dupla aventureira só tem motivos para comemorar, recentemente eles reformaram a kombi ganhando através de uma parceria uma "casinha toda nova em folha - por dentro", diz João Otávio com sorriso na voz.

Diante de tantas histórias marcantes e conquistas, nem todas tiveram um final feliz ou pelo menos quase. Quando estavam no Rio Grande do Sul, na cidade de Cambará do Sul, a dupla foi alvo de homofobia, e por muito pouco não terminou em um grave acidente.

Homofobia não desanima o casal Imagem: Arquivo pessoal
Juntos há seis anos, Jordy e João não temem reações Imagem: Arquivo pessoal

Ao se deslocarem para um oficina mecânica na cidade para arrumar os freios da casa móvel, eles foram almoçar enquanto o veículo era consertado e deixaram um cartão com suas redes sociais. Quando retornaram, notaram que o atendimento dos funcionários havia mudado drasticamente.

Os mecânicos haviam deixado propositalmente o veículo sem os freios, para que eles sofressem um acidente quando descesse a serra para Praia Grande. Eles relatam os momentos de pânico na ocasião. "Quase morremos, a nossa sorte foi que a kombi parou nos arbustos. Havia o medo também da noite chegar e não resolvermos o problema, mas felizmente conseguimos a solução", relata Jordy.

João Otávio revela que eles foram o primeiro casal homoafetivo brasileiro a embarcar numa aventura como esta.

Quando saímos para essa empreitada, nós pesquisamos muito e não havia nenhum casal gay fazendo o mesmo no mundo, pelo menos aqui no Brasil fomos os primeiros e até agora os únicos."

O publicitário afirma não ser um militante por acreditar que a vida deles já é uma bandeira (no sentido da militância): "Somos um casal gay, somos casados, moramos juntos, e frequentando locais comuns como todo mundo. Jamais nos escondemos, mesmo em postos de gasolina, no meio da estrada, quando perguntam o que nós somos, nós dizemos que somos casados, ele é o meu marido, e sempre falo assim de boa e seguimos o assunto", declara Otávio.

A kombi-casa de João e Jordy atravessou praias Imagem: Arquivo pessoal

Casa em qualquer lugar

A princípio a dupla dinâmica iria para o Ushuaia, na Argentina, mas com o fechamento das fronteiras em função da pandemia, tiveram que ficar em no Brasil, alterando os planos. Atualmente em Floripa, João avisa que dia 13 de outubro eles já começam a descer rumo ao Uruguai, mas antes eles vão parar na Serra Gaúcha para comemorar o aniversário de casamento e também passear em Gramado.

João ressalta sobre viajar para o exterior neste momento: "Não é que abriram as fronteiras, mas como o Jordy é uruguaio, e eu tenho a residência uruguaia, a gente pode entrar no país e andar por lá. A gente quer ficar lá, até abrir as fronteiras com a Argentina, aí ficaremos rodando, mostrando todo o Uruguai".

Questionados sobre qual cidade mais gostaram no Brasil, eles foram categóricos em dizer que adoraram João Pessoa, na Paraíba: "Uma capital com jeito de cidade do interior, perto de tudo e segura". E a que menos gostaram? Jordy, um pouco contido, diz que foi Itacaré na Bahia, afirmando que foi a que menos chamou sua atenção, apesar da beleza.

Nordeste foi local de melhor e pior parada do casal na viagem Imagem: Arquivo pessoal

Desde quando a aventura começou há quase três anos, eles tinham como objetivo de percurso final o Alasca, mas mudaram de ideia optando pela Europa. João afirma que eles ainda querem fazer alguns lugares da América do Sul, tanto que após visitar a terra natal de Jordy, eles pretendem ir para o Peru e retornar em seguida para o Uruguai, sendo este um dos países mais em conta para enviar a kombi por container para a Europa.

A bordo de uma moradia itinerante, a essência não é fazer turismo, mas mostrar como é morar na estrada - e com pouco, não é à toa que o 'slogan' do casal cai como uma luva: "Nossa casa em qualquer lugar do mundo", seja no Brasil, América do Sul ou Europa.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Casal gay leva vida nômade a bordo de uma kombi-casa em viagem pelo Brasil - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL