PUBLICIDADE
Topo

Churrasqueira no apartamento: dicas para não errar ao escolher os modelos

É preciso analisar o espaço, os modelos e as regras do condomínio para escolher a churrasqueira para chamar de sua - Luis Gomes
É preciso analisar o espaço, os modelos e as regras do condomínio para escolher a churrasqueira para chamar de sua
Imagem: Luis Gomes

Gustavo Frank

De Nossa

31/08/2020 04h00

Muita gente acha que para ter uma churrasqueira em casa é preciso ter um amplo espaço, mas isso não precisa restringir as opções de quem mora em apartamento. Se você já tem na manga todos os truques para deixar a carne no ponto perfeito, agora é hora de explorar as possibilidades para ter uma churrasqueira para chamar de sua.

Para isso, os arquitetos Erika Mello e Renato Andrade, sócios no escritório Andrade & Mello Arquitetura, junto a Nossa, criou um passo a passo para que você não erre na hora do planejamento.

Uma das primeiras coisas para ter em mente é que o imóvel precisa de um shaft, um duto de fumaça e dispor das condições para a colocação de acordo com as normas do condomínio.

Já a escolha entre os modelos disponíveis no mercado: carvão, gás ou eletricidade vai depender das especificidades do local ou mesmo os desejos dos moradores.

1. Espaço disponível

Churrasqueira no apartamento - Luis Gomes - Luis Gomes
Espaço, por menor que seja, precisa ser avaliado para a instalação dos móveis e melhor modelo de churrasqueira
Imagem: Luis Gomes

Para começar, é preciso dar uma olhadinha no espaço disponível para a instalação dos equipamentos na hora da instalação, além da coifa, dutos ou chaminés para a exaustão da fumaça.

A partir dessa decisão, os arquitetos terão os requisitos ideais para definir o modelo da churrasqueira e o layout da varanda — aqui, vale reforçar a importância de sempre ter algum profissional do ramo para que não dê errado.

"Sem a devida atenção com a parte técnica, nada feito. Em edifícios, é estritamente proibido que a fumaça saia pelas janelas, mesmo que pela própria varanda", explica Erika.

Na definição da varanda, é preciso pensar também em estrutura que propicie conforto e funcionalidade, como uma bancada com pia para a preparação dos alimentos e armários.

2. Modelos disponíveis

Renato enfatiza que, embora os modelos com carvão sejam os mais clássicos e os primeiros que vêm à mente das pessoas, as versões a gás têm conquistado a simpatia em função da rapidez para assar as carnes, eficiência e praticidade na hora de limpar

Churrasqueira no apartamento - gás - Reprodução/Pinterest - Reprodução/Pinterest
Churrasqueiras a gás têm conquistado as pessoas
Imagem: Reprodução/Pinterest

Para isso, é preciso de uma rede de gás, seja ela natural ou botijão, e um ponto de eletricidade, já que a tubulação precisa ser adaptada no piso ou na parede.

"E não podemos nos esquecer que, antes de iniciar a obra, precisamos da autorização do condomínio", lembra Érika.

Por fim, na impossibilidade de optar por carvão ou gás, é possível contar com as churrasqueiras elétricas e as portáteis, que proporcionam ainda mais facilidade para o dia a dia.

3. Duto e chaminé

Churrasqueira no apartamento - altura - Reprodução/Pinterest - Reprodução/Pinterest
Altura dos equipamentos precisa ser adequada para a hora de fazer o churrasco
Imagem: Reprodução/Pinterest

Para os que querem uma área digna de um churrasqueiro, a estrutura e dimensões do duto, que pode ser de alvenaria ou metal, podem variar de acordo com o tamanho da coifa.

A exaustão da fumaça pode acontecer de forma natural — com uma chaminé que precisa ter, no mínimo, dois metros de altura — ou forçada, com o auxílio de equipamentos.

4. Revestimentos

Churrasqueira no apartamento - visual - Reprodução/Pinterest - Reprodução/Pinterest
Visual onde o churrasco vai ser feito no apartamento também deve ser priorizado
Imagem: Reprodução/Pinterest

Para a bancada, que vai servir de superfície para cortar as carnes e servi-las, os arquitetos indicam materiais resistentes às manchas que ocorrem pelo sangue da carne ou carvão, ou os riscos com pontas de facas, espetos ou grelhas.

Além disso, o material precisa ser devidamente pesquisado para evitar desgaste ao longo do tempo, especialmente para a variação da temperatura com a churrasqueira próxima a esse espaço.

Como esses locais costumam sujar muito fácil, em consequência da manutenção das carnes e outros produtos, a preferência deve ser por revestimentos de parede e piso que ofereçam facilidade para limpeza.

"Pouco adianta ter uma churrasqueira sem um espaço, geralmente uma bancada, para o manuseio e preparo das carnes", conclui Renato.