PUBLICIDADE
Topo

Sobrou carne? Dê vida nova ao que foi feito em churrasqueira, forno e fogão

Corte feito no forno pode se transformar em outras receitas - Lauri Patterson/Getty Images
Corte feito no forno pode se transformar em outras receitas
Imagem: Lauri Patterson/Getty Images

Gabrielli Menezes

De Nossa

18/08/2020 04h00

Quem é fã de um bom churrasco, ou mesmo de qualquer outro preparo de carne em forno e fogão, sabe que nem sempre o cálculo dá certinho para o consumo e sobras são inevitáveis.

É preciso, porém, ficar atento aos excessos para evitar o desperdício - que está bem fora de moda, ainda mais no meio de uma pandemia.

Com a ajuda de duas especialistas em carnes, a personal chef Ligia Karazawa e Larissa Morales, da página "Larica na Brasa", listamos sugestões de reaproveitamento de acordo com cada preparo de carne.

Na churrasqueira

Churrasqueira - Andrik Langfield/Unsplash - Andrik Langfield/Unsplash
Imagem: Andrik Langfield/Unsplash

A temperatura alta da grelha faz com que as carnes percam muito suco e, consecutivamente, fiquem mais secas. Por isso, o prato clássico para dar nova roupagem aos cortes feitos na brasa é o arroz carreteiro.

"Costumo colocar tomate e deixar a carne cozinhando na mistura por dez minutinhos para o arroz ficar mais molhadinho", sugere Larissa.

Linguiça cortada em cubinhos e frango bem desfiado também podem ser reutilizados em outras receitas, como farofa.

E se você é daqueles que mesmo quando já está satisfeito quer aproveitar a churrasqueira acesa para preparar toda a carne descongelada, saiba que é interessante deixar os bifes um ponto a menos do que costuma comer. Assim, pode finalizá-lo numa frigideira com manteiga, alho e ervas sem medo dele estorricar.

No forno

Carne assada - Istock  - Istock
Imagem: Istock

No Nossa, você já viu algumas receitas para fazer carnes no forno, mas vale ficar atento aos tipo de carne para poder reaproveitá-las.

Cortes magros, como maminha e fraldinha, por exemplo, são mais difíceis de ganharem vida nova.

Já peças que passam por um cozimento longo, caso da costela, da paleta, do pernil e até do frango assado, tendem a ser mais úmidas e, por isso, ficam mais agradáveis quando reaproveitadas.

Essas carnes ficam bem desfiadas e aceboladas e podem ser usadas em sanduíches, tortas ou em escondidinhos.

Na panela

carne de panela - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

As receitas de carne cozida na panela costumam levar algum tipo de líquido, seja água ou molho de tomate. Essa característica facilita o reaproveitamento.

Um ragu, por exemplo, pode ser servido com massas ou mesmo em sanduíches estilo buraco quente.

"Se retemperada com cenoura, ervilha torta e gengibre, shoyu e saquê, a carne pode até virar um prato japonês", diz Ligia.

Na frigideira ou na chapa

contrafilé na frigideira - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Molhos no geral são uma ótima saída para aquela porção de bife grelhado que acabou sobrando. A dica é cortá-los em tirinhas finas ou cubos e acrescentar molho de estrogonofe, de mostarda ou de queijos.

Outra opção é, depois de picar, saltear com legumes como pimentão e dar um sabor extra com a pimenta que preferir.