PUBLICIDADE
Topo

Itália revive solução usada contra peste negra para enfrentar o coronavírus

Italianos revivem a "janela de vinho" para incentivar distanciamento social - Reprodução/Instagram
Italianos revivem a "janela de vinho" para incentivar distanciamento social Imagem: Reprodução/Instagram

De Nossa

06/08/2020 16h44

O coronavírus está fazendo com que os estabelecimentos criem soluções a fim de respeitar o distanciamento social. Na Itália, a Wine Window Association buscou uma solução usada na Europa, em 1600, contra a peste negra para que o consumo de bebidas aconteça: a "janela de vinho".

As "janelas de vinho", ou buchette del vino, da Toscana, são escotilhas de tamanho pequeno, esculpidas nas paredes de concreto de vinícolas e lojas urbanas, onde os comerciantes de bebidas servem o vinho, ou qualquer outra bebida, a uma distância social segura.

"Todo mundo ficou confinado em casa por dois meses e, em seguida, o governo permitiu uma reabertura gradual", diz o site da Wine Window Association. "Durante esse período, alguns proprietários de vidraçarias florentinas voltaram ao tempo e estão usando as janelas para distribuir copos de vinho, xícaras de café, bebidas, sanduíches e sorvetes - todos livres de germes e sem contato!"

Janela de vinho - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Janela de vinho na Itália
Imagem: Reprodução/Instagram

Matteo Faglia, presidente da Wine Window Association, disse contou ao site Inside como funciona a experiência no dia a dia, oferecida por mais de 150 janelas locais.

"As pessoas podem bater nas pequenas persianas de madeira e encher suas garrafas diretamente das famílias Antinori, Frescobaldi e Ricasoli, que ainda hoje produzem alguns dos vinhos mais conhecidos da Itália".

Janela de vinho - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Medida incentiva o distanciamento social em meio ao coronavírus
Imagem: Reprodução/Instagram

"Queremos colocar uma placa em todas as janelas de vinho, pois as pessoas tendem a respeitá-las mais quando entendem o que são e sua história", complementou, reforçando o valor histórico das instalações.

No pico do surto do coronavírus na Itália, registrou-se nas redes sociais coros da população cantando em solidariedade, em suas janelas abertas e telhados, com um copo de vinho na mão o tempo todo.