PUBLICIDADE
Topo

Garimpos dão mágica e diversão ao apartamento único de Carrô Schamall

Carrô Schamall na banheira bem ao lado da cozinha de seu apartamento único - Arthur Rosa
Carrô Schamall na banheira bem ao lado da cozinha de seu apartamento único
Imagem: Arthur Rosa

Carol Scolforo

Colaboração para Nossa

11/06/2020 04h00

Sabe aquelas pessoas cheias de camadas, cores e nuances, que colocam energia e transformam tudo ao seu redor? Carrô Schamall é dessas. Formada em artes plásticas e psicologia, ela é set designer de cinema há duas décadas - mas talvez você a conheça como rainha dos garimpos em São Paulo.

Foi assim que seu apê, de 106 m², se tornou tão curioso, divertido e interessante: tudo ali tem a mão dela ou veio de alguém, upcycled. "Minha casa é uma extensão dos meus sonhos. Sempre imaginei viver em um lar colorido, mágico, com muita decoração, sempre fui um pouco over", ri.

O amigo Paulo Corrêa a ajudou a chegar a este apartamento antigo em Santa Cecília, no centro de São Paulo - e deu ótimas ideias, como a banheira ao lado da cozinha. "Ele disse: 'Já imaginou um cozinhando e o outro na banheira, tomando um drinque?' Imaginei e achei o máximo."

Meu Apê, com Carrô Schamall

As histórias de vida que Carrô - que é Caroline - tanto ama estão pelas paredes: retratos antigos de gente que ela conhece, ou meros desconhecidos, estão ali. Nas paredes há também muitas cores e papéis de parede incríveis - para a sala, tonalidades mais sóbrias, em outros espaços, mais vivas. E absolutamente tudo tem uma história.

"Com os garimpos fui criando narrativas para minha casa. Tudo é muito lúdico, tem infantil, o excêntrico e o kitsch ao mesmo tempo."

A maioria dos objetos é resultado de suas andanças por brechós. Imagine que no trabalho, para cada cenário, ela precisa submeter cinco opções de cada item à curadoria do diretor de arte de um filme.

Carrô com Groove e Beat - Carlos Sales  - Carlos Sales
Carrô com Groove e Beat
Imagem: Carlos Sales
"É muito trabalhoso, mas eu amo pensar em cada personagem e no que ele usaria. A psicologia entra muito nessa parte de traduzir o universo de alguém. E foi assim que materializei meu mundo também. Decorar é um processo que externa sentimentos, uma terapia que traz autoconhecimento e cura", conta. E tudo começou com um longa feito com o lendário Zé do Caixão, imagine só.

Fazer manual

Com as gravações paradas pela pandemia de Covid-19, ela tem se dedicado aos projetos pessoais: a Ong Auaumor (@auaumor), que leva ração a cães abandonados da periferia foi criada em homenagem a seus cães Fellini e Brigitte, que faleceram recentemente. Agora, moram com ela e o marido os papillons Aretha, Godard e Cosmos, além do border collie Suspiro.

Espelhinho com fundo infinito, criação de Carrô - Acervo pessoal - Acervo pessoal
Espelhinho com fundo infinito, criação de Carrô
Imagem: Acervo pessoal
Em outras horas, Carrô põe mãos à obra. Faz objetos espelhados para sua marca Discotherapy (@discotherapydecor), em parceria com Fernanda Casagrande, colando mil pedacinhos de espelho em esculturas. "Quando o objeto é único e exótico meu coração quase pula para fora do peito", diz.

Dê uma olhada também no espelhinho com fundo infinito com desenho de uma ruiva, na parede da sala, outra criação sua. E assim o percurso diverte, atrai e hipnotiza, como um caleidoscópio mágico. Vibrante.

@ que me inspiram

@marcelascheid

Aborda questões e crises sociais atuais importantes com muita força, inteligência e delicadeza. É impactante e bela a forma de se expressar com desenhos.

@verenasmit

Me encanta pela força e suavidade com que transmite mensagens brincando com palavras, frases e letras.