PUBLICIDADE
Topo

Deixada de lado com o sucesso do gim, vodca é coringa. Saiba como usar

Meio esquecida com a febre do gim, a vodca ainda pode reinar nos bons drinques - Getty Images
Meio esquecida com a febre do gim, a vodca ainda pode reinar nos bons drinques
Imagem: Getty Images

Pedro Marques

Colaboração para Nossa

17/04/2020 04h00

Não faz muito tempo, a vodca reinava tranquilamente nas prateleiras dos bares. O destilado de gosto neutro e que pode ser feito com batatas ou cereais, porém, tem sido deixado de lado tanto pelos bebedores quanto pelos bartenders, que estão mais interessados nos sabores de drinques com gim.

Sucesso de vendas e bebida de "mais possibilidades, especialmente com coquetéis clássicos", segundo Clayton Azevedo, do bar Desembargador, o gim tem muito mérito, mas existem boas razões para ter uma garrafa de vodca em seu home bar.

Na dúvida? Vá de vodca

Além de ser usada em vários coquetéis clássicos, como Blood Mary ou Moscow Mule, ela pode ser uma mão na roda nesses tempos de quarentena, principalmente por ser fácil de achar e não ser muito cara. "A vodca ainda é um grande coringa para o bar, ela vai bem com muitas coisas", diz Azevedo.

Bloody Mary  - Unsplash - Unsplash
Bloody Mary
Imagem: Unsplash
Gunter Sarfert, consultor de bebidas e responsável pelos coquetéis do bar Caracol, explica que o destilado funciona muito bem misturada com sucos (o coquetel Cosmopolitan, com suco de cramberry, é um exemplo). "É uma bebida que você usa para preservar o sabor de ingredientes delicados. Se você tem uma fruta muito gostosa, a vodca não interfere no sabor", explica.

Frutas, aliás, são uma excelente combinação com o destilado. "Uma coisa muito legal é fazer infusão de frutas na vodca", recomenda Sarfert. O ideal é deixar alguns dias, para o sabor misturar bem. Depois, é só tomar a vodca geladinha. Para quem tem pressa, Azevedo indica macerar as frutas com o destilado. "Qualquer fruta que você usar vai ficar bom", afirma.

No caso das vodcas com sabores, o ideal é não escolher aquelas muito exóticas, pois fica mais difícil encontrar uma boa combinação com outras bebidas. "Aquelas que levam frutas cítricas funcionam em várias situações, até misturada com refrigerantes", diz Sarfert.

Pegue leve

Não precisa gastar muito na vodca - mas fique de olho na quantidade - Getty Images - Getty Images
Não precisa gastar muito na vodca - mas fique de olho na quantidade
Imagem: Getty Images

Com ou sem sabor, vale ter uma boa garrafa em casa, que nem precisa ser das mais caras - afinal, você vai mistura o destilado com outros ingredientes. "Não faz sentido gastar muito dinheiro com vodca. O que mais importa em uma boa vodca é que ela seja neutra. E o álcool não pode ser muito forte", diz o consultor.

Falando em álcool, o último segredo para aproveitar bem o destilado é a moderação. Apesar de ter sabor neutro, colocar muita vodca com certeza vai deixar um coquetel forte demais e difícil de beber - sem falar na dor de cabeça no dia seguinte. Na dúvida, menos é mais diversão.