PUBLICIDADE
Topo

Aprenda os macetes de vovó para deixar seu tapete favorito com cara de novo

Alguns macetes simples de limpeza podem garantir maior vida ao tapete - Getty Images/iStockphoto
Alguns macetes simples de limpeza podem garantir maior vida ao tapete Imagem: Getty Images/iStockphoto

Pedro Fonseca

De Nossa

08/04/2020 04h00

"Temos que imaginar que o tapete é como nossa pele: ela precisa ser higienizada, lavada, hidratada e, quando nos machucamos, cuidada", diz Francesca Alzati, diretora criativa da loja by Kamy.

Na rotina de cuidados com essa peça de decoração tão presente em nossa casa, Francesca recorre a alguns truques herdados dos tempos da vovó - e que funcionam tão bem quanto novidades do mercado. Confira a seguir alguns de seus macetes para cuidar de seus tapetes.

Para começar

O primeiro cuidado é aspirá-lo. Mas nada de esfregar ou aspirar com força, isso é até ruim: "Precisamos voltar um pouco ao passado e fazer como nossas avós, que colocavam o carpete em um varal e batiam neles para que a sujeira grossa caísse toda", explica a especialista.

Essa medida não só prolonga a vida da peça, como dá uma total resistência à matéria-prima e também evita as alergias em casa: "Estudos dizem que um tapete limpo, bem cuidado, ajuda a manter a temperatura do ambiente, do corpo e ainda traz conforto", conta.

O tapete pode ser aspirado sem muita força para não danificar as fibras - iStock
O tapete pode ser aspirado sem muita força para não danificar as fibras
Imagem: iStock

Produtos essenciais de limpeza

A gente está sempre de olho no que há de mais moderno no mercado e acaba esquecendo de algumas técnicas que aprendemos no passado.

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto
Para Francesca, um vinagre de vinho branco ou tinto, sem ter aromas e álcool, dá conta do recado. Porém, ela alerta que hoje em dia colocam um pouco de corante, então é importante ficar de olho na composição.

Misturado com água quente, ele não agride a fibra do tapete, independentemente do seu tipo. "O ideal é usar duas ou três tampinhas para um litro de água. Assim, ele desinfeta, reaviva as cores e não mancha", explica.

Porém, outros produtos não abrasivos, como detergentes neutros, também são válidos. A única questão é que com estes é tomar cuidado para não enxaguar demais, pois produzem espuma.

Enxugar é preciso

Quando caírem líquidos (como óleo, azeite, vinho ou o xixi do seu pet), é essencial absorver o líquido em seguida para evitar manchas.

A especialista indica colocar por cima papel absorvente, talco ou serragem limpa. "A absorção deve ser com delicadeza, sem pressionar ou esfregar a área atingida, para não comprometer a fibra do tapete", explica.

Todo excesso de líquido deve ser absorvido com cuidado antes de limpar - iStock
Todo excesso de líquido deve ser absorvido com cuidado antes de limpar
Imagem: iStock

Depois desse passo, limpe com muita água, vinagre ou detergentes neutros e deixe secar. "Tente rodar e mudar a posição do tapete de vez em quando para que uma parte não receba mais incidência de luz que a outra", sugere.

Por fim, deixe o chão bem seco para receber o tapete de volta.

O que nunca passar

Os produtos abrasivos, como os multiusos, álcool e removedor, não devem ser usados porque podem derreter fibras sintéticas. Segundo Francesca, nas fibras naturais eles não causam esse estrago, mas podem manchar.

Outro ponto importante é ficar de olho nos produtos à venda nos supermercados que dizem ser indicados para limpeza de carpetes: "Muitas vezes, eles são específicos para náilon ou fibras naturais. É muito difícil que seja especificamente bom para todos os tipos", finaliza.