PUBLICIDADE
Topo

Venezuela prorroga restrição a voos internacionais com 6 exceções

Caracas, na Venezuela - Getty Images/iStockphoto
Caracas, na Venezuela Imagem: Getty Images/iStockphoto

19/10/2021 09h02

O Instituto Nacional de Aviação Civil da Venezuela (Inac) anunciou nesta segunda-feira (18) a prorrogação da restrição a diversos voos internacionais devido à pandemia de covid-19, exceto para os que ligam o país a Turquia, México, Panamá, República Dominicana, Bolívia e Rússia.

"Excepcionalmente, apenas operações aerocomerciais são autorizadas para o transporte de passageiros, carga e correio entre a República Bolivariana da Venezuela e os países irmãos Turquia, México, Panamá, República Dominicana, Bolívia e Rússia", disse o Inac em um comunicado que não esclareceu por quanto tempo a medida será válida.

Em 12 de março do ano passado, o governo venezuelano suspendeu todos os voos procedentes da Europa e da Colômbia, inicialmente por um mês, como parte "dos processos preventivos a nível internacional" para impedir a propagação do novo coronavírus, e a medida se estendeu alguns dias depois às demais conexões.

Em novembro, o Inac anunciou a reabertura de rotas para Panamá, Turquia, República Dominicana, Irã e México, e mais tarde para Bolívia e Rússia. Posteriormente, a ligação com o Irã voltou a ser suspensa.

No comunicado de hoje, a autoridade aeronáutica explicou que tomou a decisão "em conformidade com as diretrizes do Executivo Nacional, a fim de garantir a saúde dos cidadãos residentes" no país "através de políticas que permitam mitigar os efeitos causados pela pandemia".

Por fim, ela cobrou "as operadoras aéreas e agências de viagens a não venderem passagens em rotas diferentes das aprovadas".