PUBLICIDADE
Topo

Aeroporto de Londres prepara projeto para testes de coronavírus

O programa será oferecido como um serviço privado, com testes realizados por enfermeiros em uma instalação no local - Steve Parsons/PA Images via Getty Images
O programa será oferecido como um serviço privado, com testes realizados por enfermeiros em uma instalação no local Imagem: Steve Parsons/PA Images via Getty Images

Christopher Jasper

Da Bloomberg

07/07/2020 17h02

O aeroporto de Heathrow em Londres planeja conduzir um projeto-piloto para procedimentos de testes de coronavírus que permitam dispensar regras de quarentena para passageiros que chegam de países como os Estados Unidos.

O programa piloto seria oferecido como um serviço privado, com testes realizados por enfermeiros do Collinson Group numa instalação administrada pela empresa de serviços aeroportuários Swissport International. Os passageiros seguiriam para o local de quarentena com os resultados disponibilizados em 24 horas.

"O governo deu um passo significativo na semana passada, removendo a quarentena para visitantes de muitos países, mas ainda precisamos de uma solução que permita aos passageiros viajar com segurança na ida e na volta de países de maior risco", disse o diretor-presidente do Heathrow, John Holland-Kaye, em comunicado.

O secretário de Transportes do Reino Unido, Grant Shapps, disse na semana passada ao Parlamento que o governo está em contato com a Swissport e considera apoiar o projeto piloto. Os testes PCR custariam cerca de 150 libras (US$ 187) e são reconhecidos como eficazes pelo Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, disse um porta-voz do Heathrow.

O Heathrow cortou 500 postos de gerência e iniciou conversas sobre cortes de empregos entre seus 5.500 trabalhadores da linha de frente. A Swissport, com sede em Zurique, disse no mês passado que planeja cortar 4.500 empregos no Reino Unido, já que o maior provedor mundial de serviços aeroportuários sente o impacto do colapso da demanda por viagens.