PUBLICIDADE
Topo

Bichos

Tudo o que você precisa saber para cuidar do seu pet

Magawa, o rato 'herói' que detecta minas terrestres, se aposenta com honras no Camboja

Magawa vai parar de "trabalhar" por causa da idade avançada - Apopo
Magawa vai parar de 'trabalhar' por causa da idade avançada Imagem: Apopo

04/06/2021 16h49

Ele chegou a receber uma medalha britânica pela 'coragem' ao ajudar a desativar mais de 70 explosivos, salvando vidas. Agora, ele vai ter uma vida tranquila, após treinar novos 'recrutas'.

Magawa, o rato que recebeu uma prestigiada medalha do Reino Unido por seu heroísmo, vai se aposentar do trabalho de detectar minas terrestres.

Durante sua "carreira" de cinco anos, o roedor identificou 71 minas e dezenas de outros explosivos não detonados no Camboja, no sudeste da Ásia.

Mas sua treinadora, Malen, diz que o rato africano gigante de sete anos está "desacelerando" com a idade avançada e ela quer "respeitar as necessidades dele".

Magawa recebeu medalha britânica pela 'coragem' ao ajudar a desativar mais de 70 explosivos - Apopo - Apopo
Magawa recebeu medalha britânica pela 'coragem' ao ajudar a desativar mais de 70 explosivos
Imagem: Apopo

Estima-se que haja cerca de seis milhões de minas terrestres no Camboja, distribuídas entre 1975 e 1998. Ao longo dos anos, elas causaram dezenas de milhares de mortes.

Magawa foi treinado pela ONG Apopo, com sede na Tanzânia, que treina ratos para farejar explosivos desde a década de 1990.

Os animais, chamados de HeroRATS (Ratos Heróis) são certificados como aptos a iniciar a carreira após um ano de treinamento.

Mais "ratos heróis" são treinados pela ONG, na Tanzânia - Apopo - Apopo
Mais "ratos heróis" são treinados pela ONG
Imagem: Apopo

Na semana passada, Apopo disse que um novo grupo de jovens ratos foi avaliado pelo Centro de Ação contra Minas do Camboja (CMAC) e passou nos testes "com louvor".

Magawa vai continuar no posto por mais algumas semanas como "mentor" dos novos recrutas, ajudando os ratos a se adaptarem às novas funções.

A performance de Magawa é incomparável. Eu tenho muito orgulho de ter trabalhado lado a lado com ele", diz Malen.

"Ele é pequeno, mas ajudou a salvar várias vidas, permitindo que retornássemos o mais rápido possível terras seguras às pessoas que precisam delas."

Magawa foi o primeiro rato a receber a medalha de honra nos 77 anos de existência da PDSA. - Apopo - Apopo
Magawa foi o primeiro rato a receber a medalha de honra nos 77 anos de existência da PDSA.
Imagem: Apopo

Prêmio

Em setembro do ano passado, Magawa recebeu uma medalha de ouro da organização veterinária britânica PDSA, pela sua "devoção que salva vidas". O prêmio é o equivalente animal da maior honra civil do Reino Unido por bravura.

Magawa foi o primeiro rato a receber a medalha nos 77 anos de existência da PDSA.

O rato 'herói' pesa 1,2kg e tem 70 cm de comprimento. Embora seja bem maior que várias outras espécies de rato, Magawa é pequeno e leve o suficiente para não detonar as minas enquanto caminha sobre elas.

Os ratos são treinados para detectar um composto químico encontrado nos explosivos, o que significa que eles são capazes de ignorar restos de metal inofensivos e identificar mais rapidamente as minas perigosas.

Quando encontram um explosivo, passam a arranhar a superfície para chamar seus colegas humanos de trabalho.

Magawa é capaz de vistoriar uma área do tamanho de uma quadra de tênis em apenas 20 minutos- algo que a Apopo diz que levaria entre um e quatro dias para um ser humano fazer com detector de metal.