PUBLICIDADE
Topo

Sergio Rossi, ícone da moda italiana, morre com coronavírus

Sergio Rossi é fundador de uma das marcas de calçados e acessórios femininos mais famosas da Itália - Reprodução
Sergio Rossi é fundador de uma das marcas de calçados e acessórios femininos mais famosas da Itália Imagem: Reprodução

Da ANSA

03/04/2020 09h45

O empreendedor italiano Sergio Rossi, fundador de uma das marcas de calçados e acessórios femininos mais famosas do país, faleceu na noite desta quinta-feira (2), aos 85 anos de idade, após ter contraído o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Rossi estava internado em um hospital de Cesena, no norte do país, e seu falecimento foi anunciado pela prefeita da cidade vizinha de San Mauro Pascoli, Luciana Garbuglia, onde o empreendedor residia.

"Hoje é um dia muito triste para nossa comunidade, porque temos o primeiro morto pelo coronavírus. Sergio Rossi foi um grande empreendedor, que trabalhou para nossa comunidade, um patriarca do nosso distrito de calçados", declarou Garbuglia em um vídeo.

"É muito triste que ele tenha nos deixado dessa maneira, porque não conseguimos sequer lhe prestar homenagem com um funeral, já que, infelizmente, essa epidemia não o permite", acrescentou a prefeita, declarando luto municipal para o dia 5 de abril.

Nascido em 1935, em San Mauro Pascoli, Sergio Rossi fundou a marca homônima em 1951, na mesma cidade. Após ganhar fama com seus sapatos de luxo artesanais, a empresa foi vendida em 1999 para a então PPR, precursora do grupo francês Kering. Em 2015, no entanto, foi cedida para a Investindustrial, que controla a Sergio Rossi até hoje.