PUBLICIDADE
Topo

Restauração da Casa das Rosas, prédio histórico de SP, começará dia 18

Inaugurado em 1935, o prédio histórico está localizado na Avenida Paulista  - André Hoff/Casa das Rosas
Inaugurado em 1935, o prédio histórico está localizado na Avenida Paulista Imagem: André Hoff/Casa das Rosas

12/10/2021 19h22

As obras de restauro da Casa das Rosas, prédio histórico de 1935 na Avenida Paulista, começam em 18 de outubro. O casarão, batizado de Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O espaço é conhecido como um símbolo de preservação da memória na capital paulista.

A restauração incluirá a recuperação das características originais do prédio, atualização do sistema elétrico e hidráulico, ampliação da acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e melhorias no espaço para o acolhimento de visitantes e participantes das atividades culturais e educativas.

André Hoff/Casa das Rosas - André Hoff/Casa das Rosas - André Hoff/Casa das Rosas
Imagem: André Hoff/Casa das Rosas

Os objetos do museu serão transferidos para a sede da Poiesis, organização social responsável pela gestão do museu. Entre os itens preservados, está o acervo bibliográfico Haroldo de Campos, livros que pertenceram ao poeta, tradutor e crítico literário. Campos é patrono da Casa das Rosas. As obras ficarão acessíveis para consulta de pesquisadores com agendamento prévio.

O projeto foi aprovado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat) e as obras têm previsão de durar dois anos. A empresa Estúdio Sarasá Conservação e Restauração venceu a licitação para fazer a obra.

Casa das Rosas - Dejair Martins/Casa das Rosas - Dejair Martins/Casa das Rosas
Imagem: Dejair Martins/Casa das Rosas

O investimento total da obra é de R$ 4,2 milhões. A maior parte dos recursos (80%) virá do Fundo de Defesa de Direitos Difusos do Ministério da Justiça. O fundo é formado por valores arrecadados de condenações judiciais e multas e direcionados a projetos que recomponham o patrimônio histórico e artístico, danos ao meio ambiente, ao consumidor e a outros interesses coletivos. Os demais 20% serão custeados pelo governo do estado.

Programação continua

André Hoff/Casa das Rosas - André Hoff/Casa das Rosas - André Hoff/Casa das Rosas
Imagem: André Hoff/Casa das Rosas

As atividades educativas e culturais da Casa das Rosas continuarão online. Além disso, parte das atividades poderão ser presenciais no jardim do museu, como exposições, recitais, feiras e lançamentos de livros. Outra parte da agenda será absorvida pelas instituições da Rede de Museus - Casas Literárias de São Paulo, a Casa Guilherme de Almeida e a Casa Mário de Andrade. Elas estarão abertas ao público.

No dia 20 de outubro estreará a exposição fotográfica Onde mora a esperança, instalada no jardim da Casa das Rosas, que ficará disponível até dezembro. A mostra tem como tema Lares ao redor do mundo e é formada por cerca de 80 fotos do acervo da instituição Habitat para a Humanidade Internacional e fotografias que o projeto fez em comunidades da área rural de Pernambuco e da cidade de São Paulo.

Casa das Rosas - André Hoff/Casa das Rosas - André Hoff/Casa das Rosas
Imagem: André Hoff/Casa das Rosas

De acordo com os organizadores, o objetivo é "mostrar a diversidade cultural, as tradições de várias etnias, os diversos tipos de habitações e os diferentes significados simbólicos da palavra 'casa'". Também será possível conhecer imagens de casas de Honduras, Zâmbia e Índia.