PUBLICIDADE
Topo

Peru inicia reabertura de museus e sítios arqueológicos

Machu Picchu - iStockphoto
Machu Picchu Imagem: iStockphoto

16/10/2020 09h20

O Peru começou nesta quinta-feira a reabrir gradualmente seus museus e sítios arqueológicos, visando a reativar a economia do país, embora com restrições devido à pandemia.

A famosa cidadela inca de Machu Picchu, principal atração turística peruana, será reaberta no próximo sábado para os moradores da região andina de Cusco. Em novembro, será a vez dos demais turistas nacionais e estrangeiros, segundo autoridades.

A entrada nos locais reabertos hoje, que estavam fechados há sete meses, será gratuita por 30 dias. "Com isso, contribuímos para a reativação cultural, econômica e anímica da região e do país", disse o ministro da Cultura, Alejandro Neyra.

As visitas serão realizadas em grupos de até oito pessoas, com reserva por meio das redes sociais do ministério, dos museus e dos sítios arqueológicos. Em relação a Machu Picchu, o Ministério da Cultura liberou o acesso em 30%, "por sua condição especial de patrimônio da humanidade". Segundo os novos protocolos, poderão visitar o local até 675 turistas por dia.

O Peru registra mais de 33 mil mortos pelo novo coronavírus e 857 mil casos confirmados.