PUBLICIDADE
Topo

Companhia anuncia intenção de retomar alguns cruzeiros em agosto

Um dos navios da companhia de cruzeiros Carnival - Divulgação
Um dos navios da companhia de cruzeiros Carnival Imagem: Divulgação

04/05/2020 18h23

A companhia de cruzeiros Carnival anunciou nesta segunda (04) que alguns de seus cruzeiros voltarão a navegar em agosto, depois que milhares de passageiros e tripulantes ficaram presos a bordo de navios quando as fronteiras internacionais foram fechadas em março devido à pandemia.

A Carnival Cruise Line anunciou em um comunicado seu plano de reiniciar a partir de 1 de agosto oito cruzeiros que partem dos portos de Miami, onde está localizada a sede da linha; Port Canaveral, no nordeste da Flórida; e Galveston, no Texas.

No texto, Carnival também anuncia o cancelamento de todos os cruzeiros programados para sair até 31 de julho destes três portos, e até 31 de agosto dos demais portos da América do Norte e Austrália, onde opera.

"Estamos comprometidos a apoiar todos os esforços de saúde pública para lidar com a situação da COVID-19", escreveu a companhia na nota.

Carnival é a companhia-mãe da Holland America, cujos navios "Zaandam" e "Rotterdam" atracaram em março em Fort Lauderdale, após uma trágica viagem por águas latino-americanas, com inúmeros casos de coronavírus e quatro mortos à bordo.

No entanto, a odisseia ainda não acabou para os milhares de tripulantes que seguem confinados em cruzeiros nas costas dos Estados Unidos.

A Guarda Costeira deste país informou no mês passado que ainda havia 114 cruzeiros com 93.000 tripulantes rondando as águas americanas.

A proibição de navegar, emitida pelos CDC, foi prorrogada em 15 de abril por mais 100 dias, ou seja, até pouco antes de 1 de agosto. E ainda é incerto quando outros países abrirão seus portos para estrangeiros.