Nas eleições argentinas, choripán virou o 'pão com mortadela'

Por Amanda Cotrim

Durante o primeiro turno das eleições argentinas em 2023, o choripán, tradicional sanduíche argentino, marcou presença nas manifestações peronistas.

Divulgação

Na região do bairro Chacarita, em Buenos Aires, uma multidão se reuniu para acompanhar os resultados eleitorais, enquanto o candidato peronista Sergio Massa discursava.

19.nov.2023 - Luis Robayo/Pool via REUTERS

O cheiro inconfundível do churrasco, especialmente o chorizo, pairava no ar, aquecendo os corações dos militantes que aguardavam ansiosos os resultados.

Wellington Nemeth/Divulgação/Corrientes 348

O choripán tornou-se uma tradição em manifestações massivas, associado a eventos peronistas, futebol e movimentos sociais, com barracas vendendo o sanduíche nas ruas.

iStock

Durante a eleição, opositores ao peronismo provocaram relacionando pejorativamente o choripán à esquerda argentina, criando uma polarização "gastropolítica."

Divulgação

Juan Domingo Perón, importante líder peronista, era fã do choripán, contribuindo para sua popularidade em eventos massivos devido à sua praticidade e baixo custo.

Aleksandr_Vorobev/Getty Images/iStockphoto

Apesar de possíveis origens em Córdoba, a receita se disseminou por toda a Argentina, sendo considerada uma comida argentina, presente na cultura popular.

Reuters

O choripán é considerado argentino, associado à praticidade e à identidade popular, e seu papel nas marchas peronistas é destacado como símbolo do povo.

Robert Patrick Briggs/Getty Images/iStockphoto

A recusa ao choripán, por alguns, é vista como uma forma superficial de rejeição ao peronismo, enquanto outros a relacionam a questões econômicas e sociais.

Divulgação

O sanduíche foi politizado, tornando-se alvo de críticas e ironias durante campanhas, mas sua presença em eventos políticos é inegável.

Amanda Cotrim/UOL

O escritor Sebastian Pandolfelli explorou a paixão argentina pelo choripán em seu livro "Choripán Social," onde o sanduíche é central na trama política.

Reprodução

Reconhecido como uma iguaria local, o choripán ficou em primeiro lugar entre os cinco melhores sanduíches do mundo, desbancando concorrentes internacionais.

iStock

Apesar das provocações políticas, o choripán é visto como um símbolo popular presente em atos de diversos partidos políticos, mostrando sua universalidade.

Reuters

Para mais informações, acesse Nossa.

Arte UOL com fotos de Juan Mabromata e Luis Robayo/AFP
Publicado em 21 de novembro de 2023.