PUBLICIDADE

Topo

Paquita negra? Tia Má lembra sonho de infância destruído por racismo

Mais Cá Entre Nós
1 | 25
Siga o UOL Mov no

Do UOL, em São Paulo

25/08/2020 04h01

A ideia de que Maíra Azevedo estudou em uma escola particular apesar de ser negra e de ter crescido na periferia já chocou algumas pessoas. "Eu falo abertamente que a branquitude tem um fetiche com o sofrimento do povo preto", diz a jornalista, mais conhecida como Tia Má. No "Cá Entre Nós" desta semana, ela falou sobre o impacto do racismo na sua vida desde a infância. Assista acima.

Ela lembra de um sonho de criança, ser uma das paquitas da Xuxa, que foi por água abaixo por conta disso. "Foi a primeira vez que alguém me disse que eu não poderia realizar todos os meus sonhos só porque eu sou uma mulher preta. O que para muita gente parece bobagem, para mim é uma marca de luta que fez com que eu tivesse certeza de que eu não poderia desistir de mais nada, porque o racismo já ia me impedir de muita coisa".

Nascida e criada em Salvador, na Bahia, Tia Má também é colunista do UOL, apresentadora e humorista. Ela diz que conseguiu estudar em escola particular porque seus pais decidiram investir na educação. "Ali eu era sempre a mina da piada, a neta do escravo, a nega do cabelo duro. Eu era a coleguinha que ninguém queria ser o par na hora da dança. Com quem os caras queriam ficar, mas só escondido. Então eu tive que entender o que era o racismo antes mesmo de entender o conceito".

A associação entre pobreza e pessoas negras é algo que chama a atenção de Tia Má. "Por exemplo, até outro dia eu não sabia como usar o SUS. E eu vi que as pessoas se assustaram quando eu disse isso, mas não com o fato de eu não saber usar o SUS. Eu percebi que as pessoas se assustaram com o fato de eu ter tido plano de saúde a minha vida toda", conta a Yuri Marçal, apresentador do talk show do UOL.

No "Cá Entre Nós", Marçal recebe celebridades e influencers para entrevistas e brincadeiras, unindo o formato do talk show ao humor e irreverência pelo qual se tornou conhecido nas redes sociais, onde possui mais de 1,5 milhões de seguidores. O programa estreia novos episódios toda segunda-feira, às 16h.