PUBLICIDADE

Topo

Meteoro Por Trás da Cena


Meteoro Por Trás da Cena: por que Chaves faz tanto sucesso até hoje?

Mais Meteoro Por Trás da Cena
1 | 25
Siga o UOL Mov no

Do UOL, em São Paulo

28/02/2020 04h00

Chaves foi criado em 1971 no México, virou sucesso na América Latina, mas só chegou ao Brasil nos anos 80 e meio que por acaso. E não se sabe exatamente quem foi o responsável principal pela compra do programa infantil da Televisa. Há algumas teorias sobre isso e, mais ainda, porque a atração infantil faz tanto sucesso até hoje. O Meteoro Por Trás da Cena te explica.

Silvio Santos recebeu a concessão do governo em 1981 e precisava preencher a grade do SBT. Recorreu à Televisa, do México, de quem comprou a novela "Os Ricos Também Choram". O desempenho foi razoável e assim Silvio negociou um pacote de programas com a Televisa. Neste pacote estava "Chaves". Mas os executivos da emissora brasileira não gostaram da atração porque consideraram seu humor ingênuo demais, o cenário e a produção de baixa qualidade. Além disso, viram os atores adultos pouco convincentes na pele de personagens infantis. E então vem a primeira teoria sobre quem merece os louros pela escolha: Silvio Santos teria contrariado seus executivos e decidido comprar o programa criado por Roberto Bolaños.

Mas esta informação nunca foi 100% confirmada. Existe, também, a teoria de que exibir "Chaves" foi uma espécie de obrigação contratual exigida pela Televisa para que SBT tivesse acesso aos outros programas do pacote. Há, ainda, uma terceira hipótese, de que quem bancou a compra de Chaves foi o então chefe do departamento de dublagem da emissora recém-criada, José Salathiel Lage.

Fato é que Chaves estreou em 1984 durante o programa do Bozo. Quatro anos depois, foi para o horário nobre. O sucesso do programa no Brasil é um fenômeno difícil de explicar. Mas o Meteoro Por Trás da Cena foi atrás até de uma tese acadêmica sobre o tema. Assista e entenda.

Meteoro Por Trás da Cena