PUBLICIDADE

Topo

Livre Acesso

Livre Acesso reacende polêmica sobre devolução de animais

Colaboração para MOV, de São Paulo

21/11/2020 04h00

Laka - do UOL  - do UOL
A cadela Laka com a irmã em cena do programa Livre Acesso
Imagem: do UOL

O quinto episódio do programa Livre Acesso, que estreou na terça (17), retrata o destino de Laka, uma cadela que foi adotada em um evento do Instituto Luisa Mell no fim do ano passado, mas devolvida durante a pandemia.

Laka foi resgatada com parvovirose quando ainda era filhote. Em 2019, ganhou um lar. A adoção foi registrada pela primeira temporada do programa. Porém, os novos donos não puderam ficar com a cadela. Assim, Laka se tornou um dos cerca de 50 animais que foram devolvidos ao Instituto Luisa Mell neste ano.

No Livre Acesso, Luisa Mell desabafa ao contar que as pessoas "devolvem os animais pelos motivos mais idiotas". Em julho, a ativista havia se posicionado sobre a polêmica que envolveu a atriz Claudia Ohana, que foi acusada pela ONG Projeto Toca dos Bichos de devolver os dois cães que havia adotado em dezembro de 2019.

Laka - Reprodução - Reprodução
Luisa Mell no programa Livre Acesso
Imagem: Reprodução

Segundo a atriz, ela iria buscar os animais na ONG após o fim da pandemia. Ohana disse que, por não poder contar com a ajuda de outras pessoas, sofreu com muitas dores nas costas para conseguir cuidar dos bichos.

Luisa Mell contou então que entre as justificativas que já ouviu quando um tutor decide devolver um animal estão: "ele destrói muitas coisas", "meu novo namorado não gosta de cães", "ele cresceu muito" e "eu tô sem tempo". Além disso, relatou o sofrimento sentido pelos animais devolvidos.

"Muitos que são adotados filhotes e devolvidos adultos nunca mais tem uma nova chance", contou a ativista. O Livre Acesso mostra uma sorte diferente: Laka foi adotada por uma nova família mesmo durante a pandemia. Com Marina Passadore, veterinária-chefe do instituto, Luisa Mell visita a nova casa da cadela no novo episódio do Livre Acesso.

Livre Acesso