PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Posse de Bola #235: Flamengo contrata Dorival; Palmeiras massacra e Jô fora do Corinthians

Do UOL, em São Paulo

10/06/2022 10h43

A semana foi marcada por momentos conturbados no Flamengo, com a demissão de Paulo Sousa, que deu treino mesmo após o clube já ter acertado com Dorival Júnior para substituí-lo, além da saída de Jô do Corinthians, vitória do Fluminense em jogo de oito gols contra o Galo, mais um empate do São Paulo e o Palmeiras assumindo a liderança do Brasileirão ao golear o Botafogo por 4 a 0.

No podcast Posse de Bola #235, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam as mudanças no comando técnico do Flamengo, a liderança do Palmeiras de Abel Ferreira e o momento ruim também do técnico Turco Mohamed no Galo.

Para Mauro Cezar Pereira, a diretoria do Flamengo foi muito mal na condução do processo e a forma como tratou Paulo Sousa, mas a chegada de Dorival Júnior acaba sendo positiva nas circunstâncias atuais, apontando que ele deve seguir um caminho mais apaziguador com o elenco e não surpreendendo caso coloque já amanhã (11), contra o Inter, o goleiro Diego Alves como titular.

"Na confusão na qual os dirigentes do Flamengo se meteram, o Dorival é uma boa saída, é um técnico ofensivo, não é retranqueiro, gosta de jogar no ataque, conhece o clube, é a terceira passagem, conhece muitos jogadores, ele tem um perfil mais de quem vai conseguir administrar bem", diz Mauro Cezar.

"O Flamengo tinha que ter cortado na carne, tirado alguns jogadores do elenco e dado uma oxigenada há mais tempo. Não fizeram e não trouxeram o Dorival para isso, ele chega porque conhece o clube, conhece muitos jogadores ali, conhece os adversários, conhece o Flamengo e vai conseguir de repente compor. Não me surpreenderei nem um pouco se o Diego Alves for titular no sábado", completa.

Palmeiras aproveitou ingenuidade do Botafogo

Já em relação à chegada do Palmeiras à liderança após a goleada sobre o Botafogo, Mauro considera que o time de Abel Ferreira tem méritos, mas encarou pela frente no Allianz Parque um time muito ingênuo e poderia ter feito um placar histórico caso forçasse mais.

"A gente não pode ignorar que o tão festejado Botafogo do Textor ontem foi um time muito ingênuo. O Luís Castro pensa que ele vai chegar e botar o Botafogo para jogar de peito aberto com o Palmeiras no campo do Palmeiras? O Botafogo se expôs e poderia ter tomado uma goleada humilhante e histórica, como já tomou no antigo Palestra Itália. O Palmeiras ontem pegou uma carne assada, temperada no capricho, preparada por um português", diz Mauro.

Abel contribui mais que Jorge Jesus a pensar futebol brasileiro

Juca Kfouri elogia o nível apresentado pelo Palmeiras diante do Botafogo e destaca a entrevista coletiva de Abel Ferreira, afirmando que ele contribui a fazer pensar no futebol brasileiro mais até do que Jorge Jesus, sem entrar em comparação sobre o desempenho dos times treinados pelos dois.

"O time que está me encantando, quem parece mais consistente é de fato o Palmeiras, em um jogo como o de ontem a gente pode dizer que não entregou apenas resultado, entregou um baita desempenho, mas não tinha feito parecido contra o Atlético-MG, que era o jogo que a gente esperava que fosse o grande jogo do Brasileirão até então e não foi. Eu continuo achando que o Palmeiras tem tudo para ser campeão", diz Juca.

"Continuo gostando muito das entrevistas do Abel Ferreira. Gostei muito mais uma vez da entrevista que ele deu após o jogo, acho que ele realmente está sendo um cara que contribui para pensar futebol de uma maneira diferente no Brasil e nesse aspecto, embora não compare desempenho, ele tem sido mais útil do que o Jorge Jesus", completa.

Galo pode mudar comando técnico?

Mauro Cezar Pereira afirma que a crise no Flamengo ajudou a diminuir a repercussão da derrota do Galo por 5 a 3 para o Fluminense no Brasileirão, mas acredita que o técnico Turco Mohamed não deve resistir por muito tempo no comando do atual campeão brasileiro.

"O Atlético-MG vai acabar trocando de técnico, não acredito que o Turco Mohamed sustente muito tempo se continuar assim, não vejo nele muito o perfil para mudar radicalmente a postura do time, o Cuca não deverá aceitar se for procurado. O Atlético-MG talvez tenha que buscar outro técnico, não sei se o Turco Mohamed vai sustentar porque essa derrota do Galo para o Fluminense só não teve mais repercussão por conta da derrota do Flamengo", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.