PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Posse de Bola #179: Flamengo e Palmeiras em gangorra, São Paulo contra o Z4 e Corinthians x Santos

19/11/2021 13h15

A uma semana da final da Libertadores, Flamengo e Palmeiras já mudaram mais uma vez a condição do time que chega melhor para o jogo em Montevidéu, desta vez com o clube rubro-negro vencendo jogos mesmo atuando com o time reserva, como foi diante do Corinthians, enquanto o time palmeirense poupou para encarar o São Paulo e perdeu o clássico em casa, o que rendeu críticas de parte da torcida ao técnico Abel Ferreira, considerando também a condição atual do rival, que briga contra o rebaixamento.

No podcast Posse de Bola #179, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam esta gangorra entre Flamengo e Palmeiras, as críticas a Abel Ferreira pelas opções tomadas, além da perda da paciência do torcedor corintiano com Sylvinho e o São Paulo na briga contra o rebaixamento, tendo vencido um clássico, mas em uma rodada na qual seus concorrentes também venceram.

Em relação ao Palmeiras, Juca Kfouri afirma que as críticas a Abel Ferreira cabem menos pela estratégia adotada, considerando que Renato Gaúcho faz o mesmo no Flamengo, mas a atuação do time reserva é que não se pode esperar do elenco que o treinador tem em mãos, ressaltando que para que o plano exaltado pelo português dê certo com o torcedor, ele precisará vencer a final do dia 27 em Montevidéu.

"Que o foco tem que ser o Flamengo, tem que ser o Flamengo. No dia 27 nós vamos saber se o Abel Ferreira é uma besta ou é bestial, porque se ele ganhar a Libertadores, seja da maneira que for, vai ser bestial, ganhou a segunda Libertadores seguida com o Palmeiras e poderá voltar para Portugal ou ficar por aqui de cabeça erguida e dedo em riste. Se perder, vai virar uma besta e aí sim vão cobrar e vão cobrar caro o fato de ter 'ajudado' o rival", diz Juca.

"A minha crítica é menos em relação ao planejamento, porque, digamos, o Renato Gaúcho fez o mesmo com o Flamengo, pôs o time reserva para jogar no meio de semana e vai jogar contra o Inter afinando o que ele puder afinar e já vai jogar contra o Grêmio provavelmente no máximo se puder pondo o Arrascaeta para ganhar ritmo, mas está fazendo o mesmo esquema de preservação de seus titulares. O Abel Ferreira, as críticas que eu faço são duas, primeiro, a incapacidade dele de fazer com que o time reserva do Palmeiras, que não é um time ruim, jogue um pouco de futebol", completa.

O jornalista afirma que o Palmeiras só não foi goleado no Allianz Parque devido à incapacidade dos atacantes são-paulinos nas oportunidades que tiveram. Além disso, questiona a entrada de jogadores titulares quando o placar já era amplo para o rival.

"O São Paulo jogou para ganhar de pelo menos 4 a 0 do Palmeiras na casa do Palmeiras, isso para mim é inadmissível, que aquele time que ele pôs em campo tenha jogado tão mal como jogou. Vai me dizer que é desentrosado, como é que treina o Palmeiras? Não é aquele o time reserva? Como é que apresenta um futebol tão ruim? E mais, aí, quando está 2 a 0 para o rival, ele põe cinco titulares, como que é isso? Não era para poupar? Então poupa", diz Juca.

"O Flamengo fez isso para ganhar o jogo do Corinthians e ganhou. Está tomando de 2 a 0 e aí põe Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Rony? Então como é que fica? Ele foi muito ruim e aí fez aquele discurso bravo, 'sei o que estou a fazer, sou pago para tomar decisões e não vou arredar um centímetro do que está planejado'. Legal, tem um plano. Que seja campeão dia 27, palmeirense algum vai ligar por ter perdido para o São Paulo. Vai ter que ganhar a Libertadores, completa.

Na luta contra o rebaixamento, a rodada teve vitórias de Santos, Cuiabá, São Paulo, Juventude, Grêmio e Sport, além do empate do Atlético-GO e apenas o Bahia ficou no prejuízo ao perder o confronto direto com o clube pernambucano na noite de ontem (18). Para Mauro Cezar Pereira e Arnaldo Ribeiro, a chance de o Grêmio escapar ainda é pequena.

"Acho muito difícil o Sport escapar e a tarefa do Grêmio, embora tenha uma tabela agora mais favorável, ainda é muito complicada, porque o Grêmio quando joga bem, perde, ganhou do Bragantino e o Bragantino foi para lá com o time totalmente reserva, como o Athletico-PR colocou o time todo reserva contra o Grêmio na terça-feira. Acho muito difícil o Grêmio escapar ainda, embora enfrentar o Flamengo terça-feira reserva parece um bom negócio, não foi para o Corinthians, não sei se vai ser para o Grêmio também", diz Mauro.

"As chances de rebaixamento, o Sport com 99% mesmo tendo vencido o Bahia e o Grêmio com 92% mesmo tendo vencido o Bragantino. Tem aí uma vaga e aí tem briga de foice. Tem chances matemáticas o Grêmio? Tem, eu acho até que vai fazer os 6 pontos contra Chapecoense e Flamengo reserva. Tem chances o Sport? Tem também, mas são matemáticas. A outra vaga está muito aberta, Bahia, Juventude, Atlético-GO, Athletico-PR, São Paulo, Cuiabá e Santos ainda. Todo mundo ganhando, faz com que a nota de corte suba, então era 45 e não é mais, vai ter que fazer 46, talvez 47. É uma briga impressionante", conclui Arnaldo.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL