PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Posse de Bola #178: Flamengo humilha São Paulo, Flu vence Palmeiras e Corinthians luta pelo G4

15/11/2021 11h42

O Flamengo goleou o São Paulo por 4 a 0 em pleno Morumbi com dois gols em menos de 5 minutos de jogo e reduziu a distância para o Atlético-MG, que folgou na rodada, deixando o São Paulo mais próximo da zona de rebaixamento. A rodada também teve o fim de uma série de seis vitórias do Palmeiras, derrotado de virada pelo Fluminense e uma dúvida em relação à final da Libertadores: dar a titularidade de Michael mesmo com a volta dos principais jogadores ou deixar no banco aquele que tem sido o diferencial do Rubro-negro nos últimos jogos do Brasileirão?

No podcast Posse de Bola #178, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam o que Renato Gaúcho pode fazer para a final da Libertadores contra o Palmeiras em relação a Michael, a recuperação do Flamengo aos poucos com o retorno de jogadores importantes e o São Paulo se colocando em situação complicada na reta final do campeonato.

Mauro Cezar destaca como Michael tem sido um jogador além da expectativa do Flamengo no Campeonato Brasileiro, com o mérito de alcançar a artilharia mesmo sem ser cobrador de pênaltis do time.

"Michael tem sido um ponto fora da curva, é o artilheiro do campeonato, tem 13 gols e nenhum de pênalti, o Gilberto tem 12 gols, dois de pênalti, o Hulk tem 12 gols e três de pênalti. Lógico quer o gol de pênalti também vale, o Gabigol sempre é muito elogiado porque bate pênalti como nenhum outro hoje no futebol brasileiro, mas convenhamos, o pênalti te dá uma possibilidade maior de fazer o gol, isso na análise eu acho que tem um certo peso", diz Mauro.

O jornalista considera que o Flamengo vai se reencontrando aos poucos com o seu bom futebol no momento em que retornam alguns jogadores que desfalcaram o time em rodadas anteriores, mas ressalta que ainda é cedo para qualquer empolgação.

"Eu só acho perigoso esse negócio de muitos torcedores que veem uma vitória como a desse domingo e ficam empolgados, acham que está tudo bem e esquecem atuações ridículas como menos de uma semana antes contra a Chapecoense, que foi um horror. O Flamengo é muito extremo também, faz um bom jogo, um ótimo jogo, mas antes tinha feito um jogo horroroso. Como será a próxima partida contra o Corinthians? Não sei, não tenho a menor ideia, porque realmente o time é muito irregular também com relação ao nível de atuações que apresenta", diz Mauro.

"Mas mais inteiro a coisa muda, contra o Corinthians parece que a tendência é jogar mais completo ainda do que no jogo contra o São Paulo, até para que todos tenham ritmo de jogo já pensando no jogo de dez dias depois, que é a decisão da Libertadores", completa.

Depois de rodadas com o Palmeiras se apresentando melhor que o Flamengo, com ambos os clubes em preparação para a final da Libertadores no dia 27, Juca Kfouri considera que o clube Rubro-negro recuperou terreno com o jogo de ontem no Morumbi e a derrota palmeirense de virada para o Fluminense no Maracanã.

"É evidente que neste fim de semana o Flamengo recuperou terreno porque o Palmeiras vinha em lua de mel e ontem levou uma chapuletada do Fluminense, que vamos convir, não é exatamente um Bayern de Munique, pelo contrário. Não é nem o Borussia Dortmund, está ali mais para o Hertha Berlim, e ganhou do Palmeiras de virada, e ganhou fazendo um segundo tempo muito melhor do que o Palmeiras", diz Juca.

"O Palmeiras não está exatamente se matando? Esteve se mantando sim, ontem no segundo tempo. A ponto deu, quando o jogo terminou, criar uma confusão, esse maluco do Deyverson. Então ontem o Flamengo ganhou pontos. É evidente que o Flamengo está melhorando, não está em outro patamar, até porque o Arrasccaeta não está jogando, o Filipe Luís não está jogando, o goleiro titular não está jogando. Agora, ruma para voltar a outro patamar? Aparentemente ruma", completa.

Em relação ao São Paulo, Arnaldo Ribeiro afirma que os torcedores deveriam ter sido reembolsados após comparecerem ao Morumbi e já a partir dos 10 minutos do primeiro tempo verem o time perdendo por 2 a 0 e com um jogador a menos, na expulsão de Calleri.

"Os 45 mil torcedores do São Paulo deveriam ser reembolsados porque com 9 minutos de jogo tinha acabado o jogo e ainda a torcida ficou incentivando", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL