PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo Ribeiro: Com Carille o Santos não cai e com Diniz o Vasco não sobe

Do UOL, em São Paulo

11/09/2021 04h00

A semana foi marcada por trocas de técnicos em dois grandes clubes do futebol brasileiro, com Fernando Diniz demitido do Santos para a chegada Fábio Carille, enquanto Lisca pediu demissão no Vasco e o substituto escolhido foi justamente Fernando Diniz, que chega com a missão de colocar o clube cruzmaltino na briga pelo acesso à primeira divisão.

No podcast Posse de Bola #159, Juca Kfouri e Arnaldo Ribeiro analisam as escolhas dos novos técnicos de Santos e Vasco, com ambos concordando com a escolha do Peixe e considerando arriscada a do Cruzmaltino.

"Eu acho que o Santos acertou 100% de contratar um técnico realista, que vai botar o Santos fazendo jogo de segurança, dane-se o DNA ofensivo, para tentar especular ali uma bola, e manter o Santos na primeira divisão, que é esse o risco concreto do Santos, e acho que pelas mesmas razões o Vasco errou", diz Juca.

"Entre o Gordiola e o Diniz, deveria ter ficado com o Gordiola, era uma chance, não é hora de fazer experimentação, romantismo, o Diniz na segunda divisão com o Vasco do jeito que está não me parece que seja o cara ideal para o Vasco contratar, eu teria contratado o Guto Ferreira", completa.

Arnaldo cita a influência de Alexandre Pássaro, atual executivo de futebol do Vasco, que trabalhou com Fernando Diniz no São Paulo, em relação à escolha do treinador e acredita que o clube de São Januário não conseguirá o acesso para a Série A com a opção que fez.

"Para o seu time, para o meu time, o Carille é mais interessante, é mais cirúrgico, se você estiver em uma situação como a que o Santos está. E o Diniz é bom, como eu falo, é melhor para o time dos outros, para assistir jogo, entretenimento, possibilidades", diz Arnaldo.

"O Diniz só vai para o Vasco por conta do Alexandre Pássaro, que foi quem o contratou e o bancou o tempo todo no São Paulo, o executivo de futebol do Vasco hoje, com plenos poderes, em uma aposta arriscada do Vasco, muito arriscada. Eu acho que com o Carille o Santos não cai e com o Diniz o Vasco não sobe, essa é a minha impressão", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e YouTube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol