PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Posse de Bola #153: Palmeiras x Galo e Flamengo x Barcelona na Libertadores

Do UOL, em São Paulo

20/08/2021 12h02

A eliminação do Fluminense ontem diante do Barcelona de Guayaquil definiu os confrontos das semifinais da Libertadores, que já tinha a classificação do Flamengo, adversário do clube equatoriano na disputa por uma vaga na final, além de Atlético-MG e Palmeiras, que passaram por River Plate e São Paulo, para o encontro na definição do outro finalista.

No podcast Posse de Bola #153, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam a classificação dos três clubes brasileiros, situação inédita na história da competição mais importante da América do Sul, além de analisarem quem sai melhor das quartas de final entre Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras.

Embora ainda com os confrontos distantes, já que as semifinais começam a ser disputadas apenas em setembro, Juca destaca o time atleticano como aquele que se coloca mais forte pelo que fez no mata-mata, ao eliminar os gigantes argentinos Boca Juniors e River Plate, mas não vê isso como algum fator que possa dar o favoritismo ao Galo diante do Palmeiras.

"É claro que se você pensar nos dois jogos e que o Galo eliminou, depois de eliminar o Boca Juniors sabe Deus como, mas eliminar categoricamente o River Plate, pela qualidade, mais do que pela qualidade, pela tradição do adversário, o Galo. Porque o Palmeiras, todo mundo sabia de antemão, era favorito contra o São Paulo. Não demonstrou isso no primeiro jogo com clareza, foi para o segundo jogo cheio de suspeitas pelos resultados no Brasileirão, mas teve uma vitória insofismável", diz Juca.

"O Palmeiras acabou por derrotar um adversário que não está no patamar do River Plate e o Flamengo menos ainda, só que o Flamengo fez aquilo que a gente exige de um time muito melhor do que o outro, meteu-lhe 9 a 2 no placar agregado, deu show de bola, artes e espetáculos", completa.

O jornalista afirma que favoritismo nas semifinais há apenas para o Flamengo diante do Barcelona de Guayaquil, mas ressalta a necessidade de cuidado por parte do clube rubro-negro para que não ocorra uma eliminação inesperada diante de um time que faz boa campanha na Libertadores.

"Eu diria, o Galo sai mais forte. O que isso significa para os encontros com o Palmeiras? Favoritismo? Não. Favorito nas semifinais, classificado para a final é o Flamengo, desde que trate o genérico como se fosse o autêntico da Catalunha, trate o Barcelona do Equador como se fosse jogar contra o Barcelona da Espanha. Se achar, entrar nessa vibe que estamos nós os críticos e os torcedores de que são favas contadas, corre risco", diz Juca.

"E não porque joga o segundo jogo lá, porque tem que fazer o resultado é no Maracanã, de cara, para já ir como foi na Copa do Brasil, como foi nessas quartas de final. Mas jogar com o Barcelona como se estivesse jogando a final, não se deixar contaminar por este já ganhou, porque nós sabemos o quanto isto é perigoso na história do futebol", conclui.

O programa também analisa os derrotados da semana, com as quedas do São Paulo de Hernán Crespo e o Fluminense de Roger Machado na Libertadores, além da situação de Botafogo, Cruzeiro e Vasco, que têm dívidas, estão na Série B e terminaram o primeiro turno afastados da zona de acesso à primeira divisão.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL