PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Juca: No atual modelo de gestão não há saída para Vasco, Botafogo e Cruzeiro

Do UOL, em São Paulo

20/08/2021 19h26

Encerrado o primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro, os tradicionais Botafogo, Cruzeiro e Vasco, clubes campeões nacionais e de títulos internacionais, estão fora da zona de acesso à primeira divisão, mas pior do que isso é a situação financeira, com dívidas que comprometem suas gestões, como é o caso do Cruzmaltino, que teve a execução de uma dívida de R$ 93 milhões na última semana.

No podcast Posse de Bola #153, Juca Kfouri afirma que no modelo atual de gestão é impossível que os clubes saiam da situação financeira em que estão e ressalta a importância da lei da sociedade anônima, recém-aprovada na câmara, mas com vetos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Eu acho que a solução está na aprovação, recém-aprovada, a lei da sociedade anônima do futebol, que permitirá a investidores com cabeça de empresários, de executivos, administrar clubes com essa tradição e mais do que com essa tradição, porque tradição o América também tinha e desapareceu, a Portuguesa também tinha e está desaparecendo. Massas torcedoras. Não é possível que um empresário competente não saiba que investir no Vasco, apesar da dívida do Vasco, com a massa torcedora que o Vasco tem, em quatro, cinco anos de boa gestão ele recupera o que ele investir e passa a lucrar", diz Juca.

"Agora para isso é preciso botar em execução essa legislação. O presidente da República vetou alguns artigos que são fundamentais do ponto de vista da tributação e que afastam o empresário que queira assumir essas dívidas para pensar no futuro. Há uma expectativa de que o congresso nacional derrube os vetos do presidente. Tomara que isso aconteça e abre-se uma estrada para a recuperação desses clubes. No atual modelo de gestão, não há saída para Vasco, para Botafogo, para Cruzeiro e nem para o Corinthians", conclui.

Encerrado o primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro, os tradicionais Botafogo, Cruzeiro e Vasco, clubes campeões nacionais e de títulos internacionais, estão fora da zona de acesso à primeira divisão, mas pior do que isso é a situação financeira, com dívidas que comprometem suas gestões, como é o caso do Cruzmaltino, que teve a execução de uma dívida de R$ 93 milhões na última semana.

No podcast Posse de Bola #153, Juca Kfouri afirma que no modelo atual de gestão é impossível que os clubes saiam da situação financeira em que estão e ressalta a importância da lei da sociedade anônima, recém-aprovada na câmara, mas com vetos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Eu acho que a solução está na aprovação, recém-aprovada, a lei da sociedade anônima do futebol, que permitirá a investidores com cabeça de empresários, de executivos, administrar clubes com essa tradição e mais do que com essa tradição, porque tradição o Ameriquinha também tinha e desapareceu, a Portuguesa também tinha e está desaparecendo. Massas torcedoras. Não é possível que um empresário competente não saiba que investir no Vasco, apesar da dívida do Vasco, com a massa torcedora que o Vasco tem, em quatro, cinco anos de boa gestão ele recupera o que ele investir e passa a lucrar", diz Juca.

"Agora para isso é preciso botar em execução essa legislação. O presidente da República vetou alguns artigos que são fundamentais do ponto de vista da tributação e que afastam o empresário que queira assumir essas dívidas para pensar no futuro. Há uma expectativa de que o congresso nacional derrube os vetos do presidente. Tomara que isso aconteça e abre-se uma estrada para a recuperação desses clubes. No atual modelo de gestão, não há saída para Vasco, para Botafogo, para Cruzeiro e nem para o Corinthians", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol