PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: Crespo tem a primeira grande mancha no trabalho no São Paulo

Do UOL, em São Paulo

26/07/2021 19h13

A goleada sofrida pelo São Paulo por 5 a 1 para o Flamengo, pelo Brasileirão, foi a maior derrota do técnico Hernán Crespo desde que chegou ao clube do Morumbi, justamente ocorrendo em um momento no qual o time havia quebrado uma sequência ruim com vitória contundente diante do Racing para se garantir nas quartas e final da Libertadores.

No podcast Posse de Bola #146, Arnaldo Ribeiro afirma que, assim como o título paulista foi uma marca importante para Crespo no São Paulo, a goleada sofrida no Maracanã foi uma mancha no trabalho do argentino, ressaltando que clube grande não pode perder clássico, lembrando que n a última vez em que ocorreu um placar como este, foi diante do Internacional, no Campeonato Brasileiro da temporada passada.

"Se o Bruno Henrique teve méritos, o Igor Vinícius teve deméritos em todos os lances. Ele perdeu por baixo, por cima, no individual e aí você pode questionar. O Igor Vinícius não foi escalado pelo técnico? Sim, foi escalado pelo técnico, a responsabilidade maior é do Crespo, claro. Até porque, o Crespo gosta de marcação individual e marcação individual contra o Flamengo, o Liziero foi bem contra o Arrascaeta, o Miranda foi bem contra o Gabigol, o Bruno Alves foi bem contra o Everton Ribeiro, mas o que aconteceu com o Igor Vinícius e o Bruno Henrique? O cara foi destruído individualmente", diz Arnaldo.

"O Crespo tem duas grandes marcas no São Paulo até agora: o título paulista, tirando o São Paulo da fila e a goleada para o Flamengo. Time grande não pode perder por goleada e a responsabilidade é do treinador. O São Paulo tem que tentar se classificar na Copa do Brasil e sair dessa situação no Brasileiro, em que não é perdoável a campanha do São Paulo no Brasileiro, é a pior de todos os tempos, a gente continua falando, é a pior de todos os tempos", completa.

O jornalista afirma que a derrota não é desculpável e, ainda que possa ter ocorrido um apagão durante um período do jogo, ele ressalta que diante de um time como o Flamengo, a atenção tem que ser redobrada o tempo todo e não há desculpas para o placar sofrido.

"Time grande não pode perder de goleada. O Crespo tem a sua primeira grande mancha no trabalho no São Paulo, perdeu por 5 a 1 para o Flamengo, assim como a gente falava quando o Diniz perdeu de 5 a 1 para o Internacional, não pode. Eu não acho desculpável, acho que é a primeira grande mancha no trabalho do Crespo, que deve respostas", diz Arnaldo.

"O São Paulo não é favorito a jogo nenhum no Brasil e na América do Sul se não jogar o tempo todo, os 90 minutos completamente concentrado e o apagão já teve outras vezes e talvez com esse técnico tenha sido o primeiro grande apagão, mas com esse elenco outras vezes. O São Paulo não tem nenhum jogador decisivo, então, ou ele joga o tempo todo focado, concentrado e defendendo, ou ele está morto. Contra o Flamengo você tem que ir até o fim e torcer a faca, não tem como, e o São Paulo foi disperso", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol