PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Presidente do Fortaleza explica diferença para gigantes que estão na Série B

Do UOL, em São Paulo

11/06/2021 00h34

O Fortaleza passou 13 anos fora da primeira divisão do futebol brasileiro até o retorno em 2019 e tem se consolidado, considerando que nas últimas vezes em que esteve na elite anteriormente, o clube havia passado no máximo duas temporadas seguidas na Série A do Campeonato Brasileiro. Enquanto o clube, de forma organizada, consegue a montagem de bons times, tradicionais forças do futebol brasileiro como Botafogo, Cruzeiro e Vasco, vivem momentos difíceis na Série B e com endividamento alto.

Em entrevista a Mauro Cezar Pereira no programa Dividida, do Canal UOL, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, explica qual o diferencial do trabalho do clube para se colocar na condição atual mesmo sem a arrecadação em comparação ao trio hoje na segunda divisão, exaltando a profissionalização em todos os setores do clube, com uma gestão técnica e não política.

"Eu acho que a gente tem uma estrutura de gestão consolidada, uma coragem de não embarcar em aventuras financeiras, de contratações caríssimas, de 'contrata que a torcida vai pagar', de que 'bota para o próximo presidente pagar?. São coisas que a gente vem fazendo com responsabilidade, honrando os nossos compromissos, acreditando na gestão e isso fez com que o Fortaleza hoje esteja na Série A e essas grandes instituições não estejam", afirma Paz.

"Vão voltar, certamente vão voltar. A camisa, o peso, a história de Vasco, de Botafogo, de Cruzeiro, são grandiosos e naturalmente, torço pelos atuais gestores, que eles consigam dar essa reviravolta, mas o Fortaleza nos últimos anos conseguiu ter essa responsabilidade, compromisso, orçamento sendo cumprido e isso ajudou a bola a entrar e ajudou a gente a se manter na primeira divisão e que isso permaneça por muito tempo", conclui.

O Dividida vai ao ar às quintas-feiras, às 14h, sempre com transmissão em vídeo pela home do UOL e no canal do UOL Esporte no Youtube. Você também pode ouvir o Dividida no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e Amazon Music.

Futebol