PUBLICIDADE
Topo

Podcast

UOL São Paulo

O podcast para o torcedor tricolor


ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

UOL São Paulo #15: Dívida de R$ 19 mi com empresário ilustra má gestão

Do UOL, em São Paulo

08/06/2021 16h00

A passagem de Raniel pelo São Paulo foi curta, mas deixou um enorme problema para o clube. O Tricolor foi condenado a pagar R$ 19 milhões ao empresário André Cury pela contratação do atacante, que ficou apenas um semestre no Morumbi e foi negociado com o Santos no fim de 2019 - esta transação envolveu a chegada de Vitor Bueno.

No podcast UOL São Paulo #15 (ouça na íntegra no episódio acima), o apresentador Pedro Lopes e o repórter Thiago Braga explicam o caso e o impacto desta polêmica para os cofres do clube. E não foi a primeira vez na qual o clube fez uma negociação deste tipo.

Em julho de 2019, o São Paulo acertou a contratação de Raniel, que na época estava no Cruzeiro. Poucos dias após o acordo, Cury, agente do atacante, depositou R$ 13,7 milhões na conta do Tricolor. O clube, porém, não cumpriu com o pagamento da dívida (hoje na casa dos R$ 19,6 milhões) e o empresário procurou a Justiça.

Braga criticou a forma como o clube fez a negociação. "Para contratar um jogador, você precisa ter capacidade financeira para isso. Ainda pediu dinheiro emprestado para uma fonte financeira não institucionalizada e para o empresário do jogador que quer contratar. Aí você protela e, em dois anos, a dívida cresce R$ 6 milhões por um atleta que durou seis meses no clube", comentou.

O São Paulo já havia feito um acordo semelhante para fechar a contratação do atacante Everton (hoje no Grêmio). Em 2018, o clube pegou emprestado um valor entre R$ 10 milhões e R$ 11 milhões com Carlos Leite, empresário do jogador, para selar a transferência. O agente também entrou na Justiça para cobrar o pagamento da dívida.

"Qual a vantagem de pegar um dinheiro emprestado e pagar, no mínimo, R$ 6 milhões a mais? Mostra só a desorganização. Se não atentar para a saúde financeira e querer levar a administração como foi até o final dos anos 90, cada vez mais clubes grandes vão passar o que passam hoje Cruzeiro, Vasco e Botafogo", alertou Braga,

Ouça o podcast UOL São Paulo e confira também a análise sobre o clima de "ressaca" que afeta o time nas partidas após a conquista do título paulista.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL São Paulo, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Amazon Music e YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL