PUBLICIDADE
Topo

Podcast

UOL Corinthians

O podcast para os torcedores do timão


ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

UOL Corinthians #14: Wladimir: "Cartolas não querem que jogador tenha voz"

Do UOL, em São Paulo

01/06/2021 16h00

Na memória do torcedor corintiano, Wladimir ocupa espaço nobre. O ex-lateral-esquerdo participou da histórica conquista do Campeonato Paulista de 1977, que acabou com um longo jejum de títulos do time, e foi um dos principais nomes da Democracia Corintiana, movimento que ainda se mostra relevante dentro do atual cenário do país. O ídolo recebeu uma homenagem do clube: nesta terça-feira (1º), foi inaugurado um busto de Wladimir no Parque São Jorge.

No podcast UOL Corinthians #14 (ouça na íntegra no episódio acima), o apresentador Pedro Lopes e o setorista Yago Rudá receberam Wladimir, convidado especial deste episódio. Além de relembrar algumas passagens marcantes com a camisa alvinegra, o ex-jogador ressaltou a importância da Democracia Corintiana e como as reivindicações dos atletas naquela época continuam semelhantes nos dias de hoje.

"Geralmente, os treinadores, as pessoas que mandam no futebol, diretores, eles não aceitam opiniões adversas. Naquele momento, a gente tinha uma diretoria que, sabendo da sua falta de conhecimento sobre futebol, humildemente chamou um grupo de jogadores e lhe delegou a oportunidade de interferir no processo político do clube. Era um elenco extremamente especial", disse Wladimir.

O ídolo corintiano criticou os dirigentes que deixam os atletas de lado e tomam atitudes sem ouvi-los. "A gente conhece muitos treinadores e dirigentes que nunca deram um chute ou ouviram falar de futebol. De repente, eles ascendem no futebol, que é um grande negócio, e esquecem totalmente que poderiam utilizar a participação dos atletas e das pessoas interessadas", ressaltou.

Wladimir destacou o título de 77 e a participação na Democracia Corintiana como seus momentos mais icônicos no clube. "Esses foram os dois maiores momentos que vivi aqui. Não consigo distinguir um do outro. O fato de ser campeão, por si, já é memorável. Agora, ter a oportunidade de contribuir, interferindo no processo político do clube, foi genial para mim", comentou.

Ouça o podcast UOL Corinthians e confira também como o craque avalia a contratação de Sylvinho como treinador da equipe.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Corinthians, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL