PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Renato Maurício Prado: Diniz é apenas uma boa ideia, não o contrataria

Do UOL, em São Paulo

16/05/2021 04h00

O técnico Fernando Diniz voltou na última semana a dirigir um clube após sua saída do São Paulo, assumindo o Santos e conseguindo logo na estreia uma vitória diante do Boca Juniors, pela Libertadores, resultado que recolocou o clube em boas condições de classificação para as oitavas de final, após o início ruim na competição, com duas derrotas.

No podcast Posse de Bola #125, Renato Maurício Prado afirma que ainda não se convenceu de que Diniz pode fazer um grande trabalho, citando o histórico dele nos clubes grandes pelos quais passou no futebol brasileiro.

"O Diniz para mim ainda é apenas uma boa ideia. Ele tem uma boa ideia de futebol, agora, o resultado prático dele em todos os clubes por onde ele passou, os grandes, foi desastroso", afirma Renato.

"No Fluminense era a mesma coisa, jogava bonito, ‘olha como o Fluminense joga bonito'. Mas quem ganhou o jogo? 'Foi o outro. Ah mas o Fluminense jogou bonito'. No São Paulo ele consegue o prodígio de abrir sete pontos de vantagem na ponta e perde. Sinceramente, eu não contrataria o Fernando Diniz para lugar nenhum", afirma Renato.

O colunista do UOL também comenta as reclamações do treinador santista sobre jogar na altitude, já que o time terá de atuar em La Paz no jogo da próxima terça-feira contra o The Strongest, pela Libertadores.

"Esse negócio de começar a chorar antes. Gente, todo mundo sabe que jogar na altitude é um problema, todo mundo sabe disso. Eu acho até que não deveria ser permitido, mas é permitido. Aí o cara já começa a chorar antes, pelo amor de Deus", diz Renato.

"Eu quero ver a hora que ele começar lá na beira do gramado 'Perninha! Sem vergonha! Ingrato!', aí eu quero ver o que vai acontecer. Eu decididamente não me enquadro entre os fãs do Fernando Diniz como técnico", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol