PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Arnaldo: Time do Palmeiras talvez não seja cativante, mas é muito eficiente

Do UOL, em São Paulo

15/05/2021 04h00

O Palmeiras chegou a correr risco de não se classificar para o mata-mata do Campeonato Paulista, mas se garantiu nas semifinais da competição, além de construir a melhor campanha até o momento na fase de grupos da Libertadores, com vitórias nos quatro jogos disputados, inclusive na última terça-feira, diante do Independiente Del Valle, na altitude de Quito.

No podcast Posse de Bola #125, Arnaldo Ribeiro afirma que o Palmeiras não joga um futebol que agrade ao espectador que não é torcedor do clube, mas tem mostrado eficiência, tomando poucos gols e dificilmente sendo derrotado.

"É difícil você parar pra ver o Palmeiras do Abel, vou escolher ver um jogo do Palmeiras do Abel, esse é um ponto, sendo neutro. Agora, que é um time eficiente, muito difícil de ser batido, mais ainda agora com o esquema de três zagueiros, toma muitos poucos gols e é candidato a todos os títulos, é um time forte, é um time pragmático", diz Arnaldo

"O torcedor do Palmeiras, dá para entender porque ele está completamente satisfeito. O time dele perde pouquíssimo, o time dele ganhou os dois últimos mata-matas, é muito difícil um time ganhar Copa do Brasil e a Libertadores no mesmo ano, a gente às vezes até releva, mas é muito difícil e o Palmeiras conseguiu", completa.

Arnaldo considera que o Palmeiras deve conseguir pelo terceiro ano seguido a melhor campanha na fase de grupos da Libertadores, não vê grande vantagem com a possibilidade de melhor classificação geral, mas acredita que o time é forte candidato mais uma vez na competição e pode melhorar sua condição se puder contar com Dudu.

"Não faz à toa de novo a melhor campanha na fase de grupos da Libertadores, um grupo enjoado, em um grupo enjoado, um grupo chato, e acho que vai fechar provavelmente a Libertadores, primeira fase, com a melhor campanha. Não tem grande vantagem nisso, vamos combinar que é o seguinte, a Libertadores já não tem mais a final com dois jogos quando você decide em casa, já é final única, então já tira uma vantagem da tal melhor campanha", diz o jornalista.

"Você tem a vantagem do mando até a semifinal, lembrando que até a semifinal vale o tal do gol fora, então não é exatamente uma baita vantagem. Valendo o gol fora, às vezes é melhor você jogar a primeira em casa e tentar ganhar sem tomar gol, então não é uma vantagem significativa. Não é, mas simbolicamente de novo o atual campeão da Libertadores está fortíssimo e é candidato, ainda mais se o Dudu voltar", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol