PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mauro: Tiago Nunes deve tirar lições da passagem fracassada no Corinthians

Do UOL, em São Paulo

18/04/2021 04h00

Com a saída de Renato Portaluppi do Grêmio, o nome de Tiago Nunes foi apontado entre as primeiras opções para o cargo, que pode marcar seu retorno ao comando de um time desde a demissão do Corinthians, no ano passado, devido aos maus resultados e o relacionamento com os jogadores, incluindo a formulação de uma cartilha que desagradou.

No podcast Posse de Bola #117, Mauro Cezar Pereira afirma que o técnico foi uma decepção no Corinthians depois de ter deixado uma boa impressão no Athletico-PR e deverá ter aprendido lições de seu período no clube paulista para que possa fazer um bom trabalho no Grêmio, caso sua contratação pelo tricolor gaúcho se confirme.

"O Tiago Nunes, também eu acho que as pessoas esquecem, para mim ele foi a grande decepção no ano passado, a passagem dele pelo Corinthians foi um negócio assim absolutamente medonho e isso está bem vivo na minha memória e a relação com os jogadores parecia muito confusa, a dificuldade de lidar na gestão", diz Mauro Cezar.

"O Tiago Nunes, pelo que eu me lembro, até conversando com colegas que acompanham mais o Corinthians, que cobrem o Corinthians, ele não foi bem, ele não conseguiu lidar bem, as entrevistas eram um desastre muitas vezes, porque o time não andava, então ele teria uma nova chance no Grêmio de recomeçar, mas ele tem que tirar lições da passagem fracassada dele no Corinthians. A época, inclusive, em que o Luan, que foi uma contratação inexplicável, quando foi feita ele era o técnico, então até que me provem o contrário, ele queria o Luan também", completa.

O jornalista afirma que no momento da contratação de Tiago Nunes pelo Corinthians, parecia um acerto da diretoria comandada pelo então presidente Andrés Sanchez, mas acabou mal pela forma de lidar com os jogadores, o que gera certa desconfiança ainda sobre o treinador.

"Não é que o Tiago Nunes não pode trabalhar em lugar nenhum, não serve mais, não é isso, agora paira sobre ele, na minha visão, uma desconfiança que é inversa em relação à expectativa positiva que ele despertou quando o Corinthians o contratou, que aliás foi até um bom movimento do ex-presidente Andrés Sanchez", diz Mauro.

"Você não chega para o Fagner ou para o Cássio, de repente, e fala dentro do Corinthians o que você quer, porque os caras têm história lá dentro e isso pesa barbaridade, por isso que alguns treinadores quando chegam em um ambiente, eles até querem se livrar de alguns jogadores que têm valor de mercado, mas que já são muito grandes ali dentro. […] Se ele tirar lições, o Grêmio ele vai chegar no Grêmio mais pianinho, fazer o trabalho dele e pode ser que funcione", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol