PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Arnaldo: Palmeiras tem elenco para jogar diferente, essa é a opção do Abel

Do UOL, em São Paulo

09/04/2021 18h26

Em nova temporada, o Palmeiras jogou sua primeira partida diante do Defensa y Justicia, mais uma vez priorizando o sistema defensivo e explorando os contra-ataques, uma forma que funcionou na temporada passada com Abel Ferreira, campeão da Libertadores e da Copa do Brasil jogando desta forma. Com um embate com o Flamengo no domingo pela Supercopa do Brasil, será que o time é capaz de jogar diferente?

No podcast Posse de Bola #115, Arnaldo Ribeiro afirma que o treinador português tem um elenco que propiciaria maneiras diferentes de jogar, mas que o estilo do Palmeiras é mais uma preferência de Abel do que uma necessidade pelas características dos jogadores que dispõe.

"Guardando as proporções, o Paris Saint-Germain joga da forma que joga porque tem o melhor cara de contra-ataque do mundo, o Mbappé, ou joga como joga porque seus treinadores preferem esse estilo reativo e não propositivo? O que eu quero dizer com essa pergunta? O Paris Saint-Germain com o elenco que tem pode jogar da maneira que o seu treinador quiser, pode jogar com a posse de bola, pode jogar com cinco no ataque, pode jogar com goleiro improvisado etc. Guardando as proporções, o Flamengo, o Palmeiras, o Atlético-MG e até o São Paulo podem jogar da forma que o treinador quiser, porque eles têm elenco para tal", diz Arnaldo.

"O Abel encontrou uma forma de jogar que beneficia alguns jogadores muito importantes do Palmeiras como o Rony. O Palmeiras tem elenco para jogar de outra forma ou de formas diferentes, o Palmeiras dos meninos do meio de campo ao reserva Gustavo Scarpa, tem meias criativos, tem jogadores habilidosos, que propiciam ao Palmeiras outra forma de jogar. É opção do treinador jogar nessa situação", completa.

E se não espera mudanças para a temporada, o jornalista afirma que diante do Flamengo a chance de o Palmeiras atuar de forma diferente é ainda menor, já que o Rubro-negro é um adversário que joga com a linha de marcação alta e pode deixar espaços para que a equipe alviverde explore.

"O Mauro acha que não vai mudar enquanto durar a era Abel Ferreira, não vai muito menos mudar contra o Flamengo no domingo, é aí que o Palmeiras vai jogar da sua forma mais reativa possível, esticando bola para o Rony na defesa do Flamengo, que joga de uma forma mais adiantada, já está meio que roteirizado o confronto do domingo", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol