PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Juca: CBF transformou o VAR em instrumento de tortura contra o torcedor

Do UOL, em São Paulo

24/02/2021 04h00

Após ter deixado de funcionar na rodada anterior durante a partida entre Vasco e Internacional, o VAR foi novamente protagonista no Brasileirão, com a expulsão do lateral Rodinei, do Colorado, na derrota por 2 a 1 para o Flamengo em jogo dos líderes da competição, mais um episódio entre os tantos reclamados por diferentes clubes ao longo da temporada.

No podcast Posse de Bola #102, Arnaldo Ribeiro afirma que o campeonato foi manchado pelo VAR e Juca Kfouri responde que a competição está sim manchada pela forma de utilização do VAR pela CBF, mas não o título que venha a ser conquistado pelo Flamengo ou Internacional. Ele afirma que o VAR da CBF tem funcionado como um instrumento de tortura contra o torcedor.

"Acho que uma coisa é você dizer que o campeonato está manchado pelo VAR. É verdade que este campeonato, indelevelmente, tem a marca do VAR, mas o título do Flamengo não estará manchado pelo VAR ou do Inter", diz Juca Kfouri.

"Qualquer que seja o campeão, o Inter ou o Flamengo, o título não estará manchado pelo VAR, porque eu posso argumentar com você que o Inter foi beneficiado por um lance em que o VAR não apareceu, até não acho, acho que o gol foi legal e, se foi ilegal, foi por um triz, não foi deliberado, árbitro nenhum roubou para o Inter, mas eu acho que é importante deixar isso claro, que o título não estará manchado, o campeonato sim, porque a CBF tem um bando de incompetentes, que transformou o VAR em um aparelho de tortura contra o torcedor", completa.

Arnaldo Ribeiro conclui dizendo que o VAR foi péssimo durante toda a competição, mas não foi o responsável pela definição de resultados como a disputa dos postulantes ao título ou o rebaixamento.

"O VAR jamais foi clubista, o VAR é intervencionista. O campeonato está manchado pelo VAR do 20º ao 1º colocado, não é que ele proporcionou o rebaixamento do Botafogo e o título do Flamengo ou do Inter, o campeonato foi inteiro manchado em todas as partidas por essa praga que é o VAR no Brasil", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol