PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: Coças de torcedores têm a anuência ou vista grossa de quem comanda

Do UOL, em São Paulo

27/01/2021 04h00

O São Paulo vive um momento conturbado em meio a uma sequência sem vitórias desde a virada do ano, com pedidos pela demissão do técnico Fernando Diniz, críticas a Daniel Alves e ao time em geral pela queda de rendimento, mas no último sábado a questão foi além das críticas, com uma emboscada contra o ônibus do time que seguia para o Morumbi antes do jogo com o Coritiba, que acabou empatado em 1 a 1.

No podcast Posse de Bola #94, Arnaldo Ribeiro cita o fato de os agressores armarem a emboscada em uma rota que até então era inédita no caminho do time para o seu estádio, o que chama a atenção para algum vazamento interno da informação aos torcedores que alvejaram o ônibus.

"Tem até questões, essas coisas de emboscada, invasões, protestos, sempre têm participação interna. Se vocês perceberem, na história do futebol. Ou é promovida internamente ou eles deixam acontecer. Vocês já perceberam? Sempre é assim. Não existe nesses momentos", afirma Arnaldo.

"Acho que isso é lamentável, absurdo, não é só no Brasil e acontece, de fato, no futebol em geral. Então, essa situação, em um clube grande em crise, ela tende a acontecer e se os comandantes procurarem evitar, redobrarem a atenção, elas têm menos chance de acontecer, mas não é isso que acontece, muitas vezes eles até incentivam, deixam rolar", completa.

No entanto, Arnaldo afirma que o momento ruim do São Paulo não é resultado da emboscada, que é apenas mais um fator em uma série envolvendo o clube.

"Essa emboscada que aconteceu em relação ao time do São Paulo no sábado, eu acho que ela não pode ser considerada responsável pelo atual momento do time do São Paulo, não tem nada a ver com isso, ele é mais um ingrediente do caos que está instalado no São Paulo, assim como o caos que está instalado no Flamengo", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol