PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juca: Mancini precisou levar goleadas para notar que seu campeonato é outro

Do UOL, em São Paulo

24/01/2021 04h00

O Corinthians luta por uma vaga na Libertadores via Campeonato Brasileiro e começou a semana sendo goleado pelo Palmeiras pro 4 a 0 no Allianz Parque, quando teve uma sequência invicta derrubada pelo rival, mas se recuperou prontamente na partida contra o Sport, na Neo Química Arena, e venceu por 3 a 0 para retomar a sétima posição sob o comando do técnico Vagner Mancini.

No podcast Posse de Bola #93, Juca Kfouri faz uma relação entre as goleadas sofridas pelo Corinthians quando tentou encarar de igual para igual os jogos contra Flamengo e Palmeiras, e considera que Mancini percebeu, após os dois resultados negativos, que seu campeonato é diferente, brigando com o Fluminense e com o Santos para terminar a competição entre os seis ou sete primeiros.

"O campeonato do Corinthians é do sétimo lugar para baixo, portanto, é o campeonato do Fluminense para baixo, Fluminense que o Corinthians deve ultrapassar porque tem um jogo a menos, se ganhar esse jogo, contra o Bahia, passa a ter um ponto a mais que o Fluminense", afirma Juca.

"Nesse grupo está o Santos com as suas dificuldades porque não tem elenco para jogar o campeonato que o Palmeiras tem, que o Flamengo tem, que os outros têm, então esse é o campeonato do Corinthians, esta é a queda na realidade que foi necessário que o Corinthians tomasse duas goleadas para que o Mancini se desse conta", completa.

Com o time corintiano tendo pela frente amanhã o jogo com o Red Bull Bragantino, atual 11º colocado, mas que vem de uma série invicta de quatro partidas, tendo sido a última uma goleada de 4 a 1 sobre o Vasco, Juca afirma que o Corinthians precisa ter cautela contra a equipe bragantina, sob risco de voltar a perder.

"Se o Corinthians jogar contra o Bragantino achando que pode jogar de igual para igual, perde do Bragantino. Porque o Bragantino está jogando melhor futebol do que o Corinthians, porque o Bragantino, aliás, tem um jogador que o Corinthians dispensou, que cairia feito uma luva na maioria dos times brasileiros", afirma o jornalista.

"O Corinthians ganhar do Sport da maneira como ganhou, perdendo gol também uma barbaridade, não foi nada além da sua obrigação. O Corinthians agora tem o Bragantino, que não vai ser mole, que está ali brigando com ele, depois tem o Bahia lá, que também joga para não cair, depois tem o Santos na Vila Belmiro, com o Santos já tendo jogado a final da Libertadores, querendo brigar eventualmente por vaga com o Corinthians, então, menos. Devagar, não acho que dê para dizer que o Corinthians consegue restabelecer o seu equilíbrio depois de tomar goleadas, sim, ainda há que ser testado", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol