PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juca Kfouri: "O Botafogo está caído. Não sei quando, e se, vai voltar"

Do UOL, em São Paulo

19/01/2021 04h00

O Botafogo virou lanterna do Campeonato Brasileiro com a derrota para o Santos, combinada à vitória do Coritiba contra o Vasco, e tem uma missão difícil para escapar do terceiro rebaixamento de sua história, fazendo uma campanha na qual soma apenas quatro vitórias e tem no segundo turno apenas um jogo ganho, além de dez derrotas nos 11 jogos disputados.

No podcast Posse de Bola #92, Juca Kfouri afirma não ter mais esperanças que o Botafogo possa escapar do rebaixamento e se preocupa por não considerar que o time comandado por Eduardo Barroca possa voltar tão cedo para a primeira divisão, contando que a cota para times rebaixados da Série A passou a ser menor e o próprio Cruzeiro não conseguiu subir.

"Eu não tenho dúvida de que o Botafogo já caiu, o Botafogo não tem recuperação nesse campeonato. Não tem milagre possível para o Botafogo, não tem aquela coisa do time de guerreiros do Fluminense, que foi possível, não, não tem Fred, não há a menos hipótese, o Botafogo está fora, está caído e não sei quando, e se, vai voltar", afirma Juca.

O jornalista acredita que o Cruzeiro, que permanece na Série B para a temporada 2021, deve se recuperar antes por ter condições melhores, apesar dos problemas financeiros que levaram o clube ao seu estágio atual, apontando o fato de a própria torcida cruzeirense ser maior.

"É uma pena e não vejo jeito, e o que é pior, o Cruzeiro está na situação desgraçada em que está, mas você olha e vê que o Cruzeiro tem saída. Pelo tamanho do Cruzeiro, pela estrutura que o Cruzeiro tem em Belo Horizonte, por tudo o que o Cruzeiro significa, pelo respaldo popular que ele tem em Minas, você olha e diz ‘pode demorar, esse ano do centenário vai ser mais um ano de calvário, mas o Cruzeiro daqui dez anos estará sendo o que o Cruzeiro foi a vida inteira, o Botafogo, não", diz Juca.

Ele pontua o que ocorreu com o América no Rio de Janeiro e com a Portuguesa em São Paulo, times que foram considerados grandes, mas que hoje estão distantes da elite do futebol brasileiro.

"Eu temo muito pela 'amequinização' do Botafogo ou pela 'portuguezação' do Botafogo, que o Botafogo vá aos poucos desaparecendo. Não tem a maior torcida e cada vez tem uma torcida mais envelhecida, não tem porquê o jovem ser botafoguense, a não ser que seja uma herança muito forte do DNA familiar", afirma Juca.

"Esses malucos que acabam assumindo o Botafogo, que só fazem bobagem e promessas vãs, ficam sempre prometendo o clube-empresa, investidor e nada disso acontece. Enfim, desde que o Bebeto de Freitas saiu de lá, injustiçado, o Botafogo desce a ladeira e eu não vejo saída para o Botafogo", completa.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol