PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #87: Renato domina Diniz e Grêmio encara o Palmeiras na final

Do UOL, em São Paulo

31/12/2020 12h59

O Grêmio conseguiu segurar o São Paulo no Morumbi, enquanto o Palmeiras venceu sem ser brilhante no jogo com o América-MG no Independência para avançarem à final da Copa do Brasil, o time de Renato Portaluppi em busca do sexto título, enquanto o de Abel Ferreira tentando o quarto troféu da competição.

No podcast Posse de Bola #87, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam os méritos de Palmeiras e Grêmio na classificação, assim como os pontos que falharam do São Paulo no confronto mais equilibrado das semifinais, além de também comentarem a situação do Vasco, que demitiu o português Ricardo Sá Pinto e busca um novo treinador, o Botafogo que viu o japonês Honda se despedir e o Cruzeiro, que deve permanecer mais uma temporada na Série B.

Jogando para segurar o resultado, o Grêmio conseguiu a classificação no Morumbi diante do atual líder do Brasileirão e voltou a ser chamado de time copeiro, termo que Mauro Cezar Pereira discorda em relação ao que foi o time nas últimas competições de mata-mata, embora reconheça o acerto na estratégia de Renato Portaluppi.

"O Renato foi muito bem nesses dois jogos, porque era um cenário diferente, ele tinha que montar uma estratégia para anular o adversário e tentar a classificação, a classificação era o oxigênio que ele precisava para novamente ficar fortalecido no cargo, agora o que acontecer no Brasileiro pouco vai importar se o Grêmio ganhar a Copa do Brasil. Vai para a Libertadores, ganha um troféu e ele vai tirar uma onda danada. E as pessoas vão agir como se nada tivesse acontecido na Libertadores desse ano e na do ano passado", diz Mauro Cezar.

"Renato montou a estratégia que ele podia, o que era adequado para esse momento, no primeiro e no segundo jogo. Ontem no primeiro tempo teve um comportamento e no segundo outro, o time teve diferentes posturas durante a partida e realmente anulou o São Paulo, o São Paulo criou muito pouco, eu acho que o torcedor do São Paulo tem sim motivos para ficar preocupado, porque foram duas atuações, uma boa em que o São Paulo não soube ganhar e uma que não foi boa e que o São Paulo não passou perto da vitória, não criou situações de gol", completa.

Em relação à final entre Grêmio e Palmeiras, o jornalista espera que os dois times melhorem em suas atuações comparado ao que fizeram nas semifinais contra São Paulo e América-MG, respectivamente, sob risco de a decisão não ser um bom jogo.

"O Grêmio fez partidas estratégicas para uma competição específica, agora, se a final for com o Grêmio jogando desse jeito e o que está jogando o Palmeiras, vai ser um horror, eu espero que até lá os times joguem futebol, porque agora o Grêmio não precisa mais dessa desculpa para ele mesmo. O Grêmio tem tempo de se organizar, jogar as partidas da Série A, vai ter um descanso porque não tem Libertadores, o Palmeiras vai jogar Libertadores com o River Plate", diz Mauro Cezar.

"Para a final espero que o Grêmio jogue mais bola e que o Palmeiras jogue mais bola para que sejam dois bons jogos, porque o que os times fizeram foi o necessário para avançar e não jogaram um grande futebol", conclui.

Juca: Copa do Brasil é mais fácil que o Brasileiro, mas não para o São Paulo

Se o Grêmio manteve sua tradição na Copa do Brasil, o São Paulo também repetiu um histórico negativo de não vencer a competição, tendo disputado apenas uma final em 2000. Com o clube na busca por títulos desde 2012, Juca Kfouri acredita que a situação para o time de Diniz é mais confortável no Brasileirão pelo tipo de competição e a pressão do mata-mata.

"Evidentemente, o Campeonato Brasileiro é um campeonato mais difícil do que a Copa do Brasil, é mais fácil ganhar a Copa do Brasil do que ganhar o Campeonato Brasileiro, não para o São Paulo, não para uma equipe nas circunstâncias do São Paulo", afirma Juca.

"Qual é a grande qualidade desse time do São Paulo? É a regularidade, é a possibilidade de o time jogar todos os jogos praticamente com a mesma escalação porque tem sido afortunado e cuidadoso com a questão da covid, e ontem não, ontem de repente tinha dois desfalques importantes e jogou contra um time muito mais experiente, era natural que a garotada do São Paulo sentisse mais o jogo do que poderia sentir a garotada do Grêmio", completa.

Arnaldo: Obsessão do Palmeiras é a Libertadores, do Grêmio é a Copa do Brasil

Com a final programada para fevereiro entre Palmeiras e Grêmio, Arnaldo Ribeiro vê o time gaúcho chegando em situação mais favorável para a decisão pelo fato de não ter a disputa da Libertadores em paralelo.

"O Grêmio só tem essa competição e vai jogar todas as fichas nela, o janeiro do Grêmio vai ser preparatório para a final de fevereiro nas duas primeiras semanas enquanto o Palmeiras vai estar dividido. E mesmo que o Palmeiras não siga na Libertadores, o calendário dele do Brasileiro vai ficar muito apertado", afirma Arnaldo.

"Vai ter ainda sorteio de mando, mas eu acho o Grêmio com a Copa do Brasil mais encaminhada pela ausência de conflitos de data e outros interesses. A obsessão do Palmeiras é a Libertadores a obsessão do Grêmio nesse ano é a Copa do Brasil", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.