PUBLICIDADE
Topo

Bayern de Munique

Arnaldo: Lewandowski não foi o melhor do Bayern na reta final da Champions

Do UOL, em São Paulo

20/12/2020 04h00

O polonês Robert Lewandowski foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa na premiação realizada na última quinta-feira (17), desbancando o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo, após uma temporada na qual foi artilheiro do Bayern de Munique na campanha do título da Liga dos Campeões.

No podcast Posse de Bola #83, Arnaldo Ribeiro afirma que discorda da escolha de Lewandowski e considera que não deveria haver uma premiação pelo fato de a temporada ter sido diferente. Para o jornalista, o polonês não foi nem sequer o principal jogador de seu clube na reta final da campanha do título europeu.

"Essa é uma temporada muito estranha, não deveria ter mesmo, porque foi uma temporada mutilada pela questão da Covid, e o torneio mais importante, que determina normalmente os vencedores dessa categoria, é a Champions League, vencida pelo Bayern do Lewandowski. Só que até a Champions League foi muito diferente com aquela fase única em Portugal", afirma Arnaldo.

"O Lewandowski, por exemplo, nessa reta final não foi nem o melhor jogador do Bayern. Ele não foi melhor que o Thomas Müller, que é sempre subestimado, e não foi melhor que o Thiago Alcântara, hoje no Liverpool, que talvez tenha sido o melhor jogador do Bayern naquela fase decisiva da Champions League", completa.

O jornalista reconhece a qualidade do polonês como centroavante, mas não o considera nem o melhor de sua posição no futebol mundial e não acredita que ele consiga repetir o troféu de melhor do mundo na próxima premiação da Fifa.

"Lewandowski é um baita artilheiro, fez gols, o Bayern foi um baita time na temporada, fazia ou faz gols em profusão em todas as partidas, e o Lewandowski com uma média impressionante. O Lewandowski é o artilheiro específico, ele jamais terá condição de brigar por um bicampeonato de melhor do mundo, é um recorte muito mal feito nessa temporada, poderia passar acho que sem os prêmios. Ele é um goleador admirável, mas nem, eu acho, para mim, é o melhor centroavante do mundo", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Bayern de Munique