PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juca: Se valer do legal para fazer prevalecer o injusto, é uma contradição

Do UOL, em São Paulo

28/11/2020 04h00

O empate entre Ceará e São Paulo pelo Campeonato Brasileiro na última quarta-feira (25) rendeu discussões e até a ameaça de tentar a anulação da partida devido a um gol do clube paulista que foi anulado com o uso do VAR depois que já havia sido dado o reinício no meio de campo, em jogada que inicialmente já havia sido anulada pelo auxiliar. Ontem, a direção são-paulina divulgou nota informando que não pedirá a anulação do jogo.

No podcast Posse de Bola #77, Juca Kfouri comenta sobre a situação confusa da partida e considera que, assim como alegaram os dirigentes do São Paulo, em especial Raí, houve erro de direito pelo fato de o árbitro voltar atrás com a partida reiniciada, porém, o jornalista cita a incoerência que seria validar um gol com a ciência de que era irregular.

"Estamos aí diante da questão do erro de fato e do erro de direito. Obviamente, houve um erro de direito. Por mais transparente que seja a explicação da CBF, admitindo que tudo o que esteja na nota oficial da CBF seja a pura verdade, e eu não estou aqui ponto isto em dúvida, há um fato irremovível, o jogo reiniciou. Portanto, 2 a 1 para o São Paulo. Essa é a lei", afirma Juca.

"Agora, eu sempre fui, continuo a ser e serei até o fim defensor do, entre o o justo e o legal, fique com o justo. E é óbvio que você se valer do que é legal para fazer prevalecer o que é injusto, é uma contradição. E o gol foi ilegal. Então, como somos todos adeptos que prevaleça aquilo que acontece no gramado, dentro de campo, vida que siga", completa o jornalista.

Juca também critica a forma como o VAR tem sido utilizado no futebol brasileiro e afirma que ele só tem funcionado em países onde a qualidade dos árbitros é superior em relação ao Brasil e à América do Sul.

"Esse é o nosso VAR, aí eu tenho que ficar dando razão a Arnaldo Ribeiro e dizer que o VAR no Brasil é um escândalo, porque ele só tem sido o elemento de confusão. Alguém escreveu que o VAR tem funcionado razoavelmente na Inglaterra e na Alemanha, onde tem bons árbitros, e mesmo na Inglaterra teve problema", diz Juca.

"Na Inglaterra e na Alemanha, de fato, tem passado ileso. Nos demais países, onde os árbitros são ruins, você vê, na Libertadores também tem tido lambança toda hora. Na verdade, se está dando uma metralhadora na mão de uma criança, está dando arma para os Bolsonaros, é terrível", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol