PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro: Departamento médico do Fla, elogiado em 2019, deveria explicar lesões

Do UOL, em São Paulo

17/11/2020 04h00

Na série de jogos que disputou no ano passado, o Flamengo teve como um de seus pontos elogiados o departamento médico, que recuperou jogadores importantes a tempo de jogos decisivos e ajudou na campanha que terminou com os títulos da Libertadores e do Brasileirão, mas na temporada atual a quantidade de desfalques do time tem sido maior em um calendário atípico causado pela pandemia.

No podcast Posse de Bola #74, Mauro Cezar Pereira lembra que o médico do Flamengo, Márcio Tannure, apareceu bastante durante o período no qual seu departamento recuperou jogadores de forma veloz e afirma que ele deveria se pronunciar para a imprensa agora para explicar os motivos de o clube estar tendo tantos desfalques por lesões.

"Quem tem que explicar e deveria ter aparecido já para explicar, o doutro Márcio Tannure, que é o médico também do UFC e tal, um médico muito badalado do Flamengo, aquele do protocolo, que foi até Brasília junto com os presidentes do Flamengo e do Vasco na reunião com o presidente da República, com um dos seus filhos, camisa do Flamengo, camisa do Vasco, aquele negócio todo", diz Mauro Cezar.

"Ele deveria não fazer aqueles vídeos na Fla TV explicando a situação, mas dar uma entrevista aos jornalistas que cobrem o clube para explicar. Por que no ano passado, quando ele e seu departamento foram tão elogiados com rápidas recuperações de atletas, especialmente o Filipe Luís e o Arrascaeta, entre o primeiro e o segundo jogos contra o Grêmio na semifinal da Libertadores, e agora os caras vão para lá e ficam lá no hospital?", completa.

Mauro ressalta também o fato de além de haver jogadores lesionados nas rotinas dentro do clube, a seleção brasileira devolver atletas convocados diretamente para o departamento médico, o que já havia ocorrido com Rodrigo Caio e nesta semana foi a vez de Pedro.

"Como se não bastasse, tem o hospital 'suporta dor', o hospital da CBF, e o Pedro está á agora, voltando baleado. Aí ele convoca também o Tite o Thiago Galhardo, convoca o Arana, é uma beleza", diz Mauro.

"É aquela história de sempre, eu pego o carro do Tironi emprestado, não dou a ele a chance de dizer não, saio, rodo, dou uma porrada com o carro e devolvo amassado, 'se vira aí agora, manda consertar', a CBF, as seleções fazem isso", completa.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol