PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juca Kfouri: "Favoritismo que o Flamengo tinha contra o São Paulo acabou"

Do UOL, em São Paulo

17/11/2020 04h00

Dono do elenco que é considerado o melhor do país, o Flamengo enfrenta o São Paulo amanhã com vários desfalques previstos no time comandado por Rogério Ceni devido a convocações para as seleções que disputam as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo e lesões, tudo isso somado ao fato de o time ter perdido no Maracanã e precisar tirar a vantagem que o clube paulista tem de poder empatar, além de jogar no Morumbi.

No podcast Posse de Bola #74, Juca Kfouri afirma que considerava o Flamengo favorito para avançar no confronto mesmo com a derrota na primeira partida, mas mudou de opinião após a notícia de novos desfalques no time rubro-negro, como Pedro, Gabigol e Thiago Maia.

"Na minha cabeça mudou radicalmente. Mudou radicalmente primeiro porque eu estou vendo que o Flamengo vai ser meio Flamengo quarta-feira, um Flamengo sem o Everton Ribeiro, com o Arrascaeta meia-boca, provavelmente sem Gabigol e sem Pedro, que a seleção devolveu ao Flamengo também com lesão, sem Rodrigo Caio", diz Juca.

"Eu estou achando que está um pouco demais e até será um absurdo fazer exigências em torno do Rogério Ceni porque aí é a tal história, por melhor que seja o elenco, por mais qualificado que seja, por mais oferta que tenha, está um pouco demais. Então, aparentemente, vai ser meio Flamengo e com aqueles que estiverem em campo no bagaço, como por exemplo o Bruno Henrique, que evidentemente está chegando na metade do segundo tempo de língua de fora", completa.

O jornalista também aponta o fato de o São Paulo ter conseguido engatar em uma boa sequência sob o comando de Fernando Diniz, inclusive com a vitória diante do Fortaleza no último sábado, em Fortaleza.

"Você contrapõe a isso um São Paulo que cada vez ganha mais firmeza, como mostrou em Fortaleza, outro jogo disputadíssimo com o Fortaleza, em que o São Paulo foi capaz de, usando o que tinha no banco, virar o jogo, tomar o empate e assim mesmo ganhar lá", diz Juca.

Apesar de considerar que o Flamengo deixou o favoritismo no confronto, Juca acredita que isso pode ser uma vantagem para o time de Rogério Ceni, por diminuir o peso do jogo no Morumbi.

"Jogando pelo empate no Morumbi, eu tenho para mim que esse favoritismo do Flamengo acabou, o que talvez até seja bom para o Flamengo, de entrar com um pouco menos de responsabilidade. Também não considero que se o Flamengo vier a ser eliminado pelo São Paulo na Copa do Brasil, isso será um drama na vida rubro-negra. Drama será se começar a perder no Campeonato Brasileiro, se for eliminado na Libertadores, mas na Copa do Brasil não acho".

"Não considero mais, de fato, o Flamengo como o favorito. Te diria, se eu tivesse que apostar hoje, considerando a hipótese de o São Paulo poder empatar, eu apostaria na eliminação do Flamengo e na continuidade do São Paulo, o que para o torcedor rubro-negro pode ser um ótimo sinal, porque invariavelmente, quando eu aposto contra o Flamengo, o Flamengo me desmente", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol