PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: VAR no Brasil é desastre e impedimento virou lance interpretativo

Do UOL, em São Paulo

14/10/2020 04h00

O VAR esteve em ação mais uma vez na 15ª rodada do Campeonato Brasileiro e foi motivo de reclamações em algumas partidas, como na vitória do Flamengo diante do Vasco, na do Fluminense contra o Bahia e do Ceará contra o Corinthians.

No podcast Posse de Bola #64, Arnaldo Ribeiro voltou a criticar o uso do VAR no Brasil e citou que houve um erro na marcação do impedimento no jogo entre Atlético-MG e São Paulo, em setembro, que é admitido pela Confederação Brasileira de Futebol, mas não oficialmente, de acordo com o jornalista, que reclama da transformação da infração em interpretativa.

"O VAR É uma porcaria e o VAR no Brasil é um desastre. E o VAR no Brasil deixou o impedimento um lance interpretativo. Por que? Porque o software é um lixo, porque as linhas são discutíveis e porque a CBF, embora não oficialmente, admitiu naquele Galo e São Paulo no Mineirão que ela errou na marcação de um impedimento. Então o impedimento, esse impedimento das linhas da CBF, ele é discutível sim, ele é discutível, ele não é perfeito, e o impedimento passou a ser um lance interpretativo", diz Arnaldo.

"Não estou falando do VAR porque o Vasco teve o gol anulado contra o Flamengo, estou falando que o VAR é um lixo no Brasil, é pior que em qualquer lugar no mundo e não é fidedigno no impedimento, está provado que não é, já teve erro em um jogo do campeonato grande, teve erro admitido só que não publicamente. Teve erro. Então o senhor Gaciba que vá e fale que teve erro, porque a gente já sabe que não é uma questão objetiva, como deveria ser o impedimento, depende do corte, do ângulo, da linha vermelha, azul, do nariz ou do pelo do nariz, aí a gente chega em uma conclusão", completa.

Arnaldo afirma que o uso do VAR fez com que ele recomende aos torcedores e jornalistas que esperem antes de relatarem um gol, e vê também uma mudança na reação dos próprios jogadores cada vez que há a marcação de um gol devido à conferência no vídeo.

"A minha orientação para todos os caras que gostam de futebol, jornalistas e torcedores, é assim, se você está vendo um jogo de futebol e tem um lance que não é claro, você não comemora o gol. Eu já até falei para os colegas que põem no Twitter ou falam 'gol de não sei quem'. Espera!", diz Arnaldo.

"Jogadores começaram a ter a mesma coisa, o cara não comemora mais gol, porque não sabe qual vai ser a linha, se é o nariz, se é o pelo, se é a bochecha, se é o lábio que está na frente, então o VAR no Brasil, o impedimento acabou com a questão da primeira linha, ele acabou com a questão do auxiliar e ele é duvidoso sim, porque ele já errou no impedimento, ele já errou no impedimento, embora eles não admitam oficialmente", completa.

Além da reclamação a respeito do impedimento, Arnaldo também reclama da falta de critério na marcação de pênaltis marcados com toque de mão e o excesso de interferência nos jogos.

"Essa interferência, percebam que o VAR no Campeonato Brasileiro anula com com bola rolando e inventa pênalti. 'Inventa pênalti' também porque depende da interpretação, tem gol de pênalti toda rodada por toquinho na mão, toda rodada. E tinha dado um tempinho, estava melhorzinho porque estava interferindo menos", diz o jornalista.

"A minha posição sobre o VAR é notória, para mim não importa contra quem, a favor de quem, se é de um jeito, acho ele caça pênaltis no Brasil e interfere demais nas partidas, então acho que foi de novo uma mácula do final de semana em vários jogos", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol